Últimas

Metroviários desistem de greve após CBTU pedir dissídio coletivo

O Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE) desistiu da greve por tempo indeterminado a partir da próxima terça-feira e suspendeu a assembleia da categoria, marcada para a próxima segunda, que definiria sobre a paralisação. A decisão foi anunciada em nota pela direção do sindicato, depois que Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) cumpriu o acordo com a categoria e ingressou, na tarde desta quinta-feira, com o pedido de instauração de Dissídio Coletivo junto ao Tribunal Superior do Trabalho(TST).

De acordo com o presidente do sindicato, Diogo Morais, apesar de a companhia ter oferecido o aumento pedido pela categoria, o aumento tem que ser aprovado pelo Ministério do Planejamento, de onde saem os recursos para os transportes. Para isso, a CBTU precisa enviar o dissídio à justiça.

Confira o documento na íntegra:

A diretoria do Sindmetro/PE informa que na tarde dessa quinta-feira(19) a CBTU ingressou com o pedido de instauração de Dissídio Coletivo junto ao Tribunal Superior do Trabalho(TST).

A medida foi consequência de uma decisão adotada em comum acordo entre as partes ao fim da última tentativa de diálogo entre a empresa e os sindicatos de base, em reunião que ocorreu na cidade de Brasília-DF no último dia 16 de maio.

No dissídio, que ocorre quando não há acordo entre as partes, após serem ouvidos a empresa e os trabalhadores, o TST vai julgar o índice de reajuste salarial que também vai incidir sobre as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho chamadas de econômicas.

Após três rodadas de negociações da campanha salarial foram pacificados os entendimentos sobre o todo do acordo entre a CBTU e o conjunto dos sindicatos, restando a definição do índice de reajuste ua vez que a empresa oferece apenas cinco e meio por cento e os sindicatos pedem no mínimo a reposição das perdas com a inflação no período na casa dos nove pontos percentuais.

Como a empresa cumpriu o que havia acordado com a categoria ajuizando o pedido de dissídio, fica suspensa a assembléia da segunda-feira(23). Qualquer nova movimentação ou informação será repassada à categoria pela direção do sindicato.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *