Moradores homenageiam cão morto por urinar em calçada em Porto Alegre

  • Braulio Excobar

    Fachada do prédio onde,na calçada, o cão Theo teria sido chutado e morto depois de urinar; manifestantes jogaram pedras no estabelecimento

    Fachada do prédio onde,na calçada, o cão Theo teria sido chutado e morto depois de urinar; manifestantes jogaram pedras no estabelecimento

Um grupo de aproximadamente 300 pessoas fez uma manifestação em frente a um prédio no bairro Santana, em Porto Alegre, na tarde deste domingo (1º) , em protesto pela morte violenta de um cachorro. Foi ali que, na noite da última quinta-feira, Theo, um cão da raça Yorkshire, de 11 anos, morreu por politraumatismo depois de ser chutado por um homem.
 
Levando faixas e cartazes, e conduzindo seus animais de estimação, os populares sujaram toda a fachada do estabelecimento com fezes e urina de cães e gatos. Dali, saíram em passeata à igreja de São Francisco de Assis, no mesmo bairro.
 
A agressão ocorreu quando o cachorro passeava com sua dona, Isabel Cristina Maciel Luz, de 48 anos. Ela disse que o animal estava na guia, quando urinou na calçada perto do prédio em que vive. “Eu estava de costas e um homem me xingou. Fui pedir desculpas, e ele deu um chute tão forte que levantou o cachorro uns dois metros. Ele já caiu sem se mexer.”
 
O agressor seria um vizinho que possui um comércio no local. Depois da agressão, o homem foi embora.  Isabel chegou a levar Theo para ser socorrido por um veterinário, mas já era tarde. O cão teve múltiplas fraturas, inclusive no crânio.
 
Uma ocorrência foi registrada na 11ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde o suspeito deve ser chamado a depor. Ele não teve a identidade revelada, um policial revelou que já possui passagens pela polícia. O homem pode responder por crime de maus tratos aos animais, cuja pena é de até dois anos de prisão.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *