Últimas

Nova placa de vídeo top de linha da Nvidia é mais barata e rápida que a última

A Nvidia anunciou no final da semana passada a sua nova placa de vídeo top de linha, a GTX 1080. Voltada para os gamers mais exigentes, a placa oferecerá, segundo a empresa, um desempenho cerca de 25% melhor em jogos que a Titan X e a GTX 980 Ti, pelo mesmo preço. A empresa anunciou também a GTX 1070, versão mais simples da top de linha, com desempenho e preço inferiores.

De acordo com a empresa, a melhora no desempenho se deve à arquitetura Pascal das novas placas, que substitui a arquitetura Maxwell das anteriores. Graças a essa mudança em seu design, as novas placas trarão um desempenho melhor e, ao mesmo tempo, uma eficiência energética maior que as da geração anterior. As novas placas também devem trazer um desempenho cerca de 100% melhor para jogos em realidade virtual, segundo a empresa. O vídeo de anúncio da GTX 1080 pode ser visto abaixo:

[embedded content]

Novidades

Tanto a GTX 1080 quanto a GTX 1070 usam um processo de fabricação de chips de 16 nanômetros, que consome menos energia e emite menos calor. Com isso, o clock das placas pode ser aumentado a até mais de 2GHz por meio de overclocking, segundo a empresa. As placas também trazem 8GB de memória RAM GDDR5X, um novo tipo de memória RAM voltado para placas gráficas que promete ser mais rápida.

Gamers também terão acesso a novas funcionalidades de software com as novas placas. Entre elas estão a tecnologia Ansel, que permite tirar capturas de tela com resolução até 32 vezes maior que a do monitor, e Simultaneous Multi-Projection, que otimiza a performance e o aspecto visual para jogadores que utilizam configurações com múltiplos monitores.

Segundo o Kotaku, a GTX 1080 será lançada nos Estados Unidos no dia 27 de maio por US$ 599 – a GTX 980 Ti, uma das placas top de linha da geração atual da Nvidia, custa US$ 649. A GTX 1070, por sua vez, chegará no dia 10 de junho, por US$ 379. 

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *