Últimas

Nova reitora do IFPE toma posse do cargo

Solenidade da nova reitora do IFPE aconteceu no Teatro Santa Isabel. Na ocasiao a professora Claudia Sansil transmitiu o cargo para a professora Analia Ribeiro.
Foto: Rafael Martins.
Solenidade da nova reitora do IFPE aconteceu no Teatro Santa Isabel. Na ocasiao a professora Claudia Sansil transmitiu o cargo para a professora Analia Ribeiro.
Foto: Rafael Martins.

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) realizou, na tarde desta sexta-feira, a cerimônia de transmissão de cargo da nova reitora da instituição. O evento foi no Teatro Santa Isabel, bairro de Santo Antônio, Recife. A professora Cláudia Sansil, que esteve à frente da reitoria entre outubro de 2011 e abril de 2016, transmitiu oficialmente o colar reitoral, o capelo e a samarra (túnica), símbolos do cargo, para sua sucessora, a professora Anália Ribeiro, eleita pela comunidade acadêmica com 53,9% dos votos. Anália Ribeiro foi empossada em Brasília, no último dia 15, pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Anália é professora de fundamentos psicológicos da educação no curso de licenciatura em geografia e também do mestrado profissional em gestão ambiental.

A nova reitora está na entidade desde 1994, quando ainda não era IFPE. De acordo com ela, a organização é uma junção de quatro instituições: o antigo Cefet e as escolas agrotécnicas de Vitória de Santo Antão, Belo Jardim e Barreiros. Para Anália, o desafio do IFPE é garantir a continuidade da educação pública e gratuita de qualidade, na perspectiva da profissionalização, da educação tecnológica e científica. “Cerca de 20 mil estudantes integram o IFPE atualmente, desde Afogados da Ingazeira até a Região Metropolitana, passando pela Zona da Mata Sul e Agreste. São mais de 30 cursos hoje oferecidos, 16 campi, fora a educação à distância. Vamos continuar batalhando para que as pessoas encontrem lugar para se  escolarizarem”, declarou a nova reitora.

A professora Cláudia Sansil afirmou que a sensação era de dever cumprido, mas com vontade de fazer mais. De acordo com ela, na sua gestão foram implantados sete novos campi e ampliadas as bolsas de pesquisa. “Deixamos a instituição preparada para continuar crescendo. Nossa expectativa com a professora Anália, que representa o nosso projeto, são as melhores possíveis, apesar de reconhecer que caminhamos para uma fase difícil da educação profissional e tecnológica. Espero que o Brasil continue investindo”, enfatizou. De acordo com Cláudia, a gestão dura quatro anos podendo ser renovada por mais quatro, por meio de eleições. Cláudia Sansil é professora de comunicação e jornalista por formação, mestre em comunicação e doutora em educação. A função de reitora do IFPE, segundo ela, se assemelha a gerir uma cidade. “Os IFPEs em todo território nacional se equivalem, hoje, a pequenas cidades. Nós temos um orçamento de R$ 200 milhões de reais e o IFPE de Pernambuco tem mais de três mil servidores. As responsabilidades são enormes”, comentou.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *