Últimas

Números da 1ª rodada: Guerrero é o mais faltoso; Gabigol fica na banheira

Atacante do Flamengo comete sete infrações e tem o recorde do quesito. Santista é flagrado em impedimento três vezes. Fábio faz mais milagres no fim de semana

 

O Brasileirão viveu a sua primeira rodada da edição 2016 neste fim de semana e os nomes de medalhões já são muito falados, para o bem e para o mal. Grafite (Santa Cruz) e Gabriel Jesus (Palmeiras) já despontam como artilheiros da competição com dois gols cada. Em contrapartida, o peruano Guerrero conseguiu ser o jogador mais faltoso, mesmo sendo atacante. Foram sete infrações do camisa 9 do Flamengo. Mostrando que a letra G estava na moda nos jogos que abriram o cameponato, Gabriel, do Santos, foi recordista em um ítem comum para jogadores de sua posição, mas que não merece comemoração. Ele e Ribamar (Botafogo) ficaram impedidos em três oportunidades cada.

Cruzeiro perdeu para o Coritiba por 1 a 0, na capital paranaense. O resultado só não foi mais elástico a favor do Coxa por conta da excelente atuação de Fábio. O goleiro da Raposa praticou ao menos quatro defesas de alto grau de dificuldade. No entanto, as expulsões de Lucas e Lucas Romero deram ao clube mineiro a condição de clube mais indisciplinado da rodada de abertura. Além disso, dificultaram ainda mais que os milagres do arqueiro surtissem efeito. 

Paulão perde pênalti contra a Chapecoense (Foto: Beto Azambuja)

Além de errar oito passes, Paulão perdeu pênalti contra a Chapecoense (Foto: Beto Azambuja)

Cinco jogadores ficaram empatados entre os que mais erraram passe, todos com oito. Mas nenhum deles chamou tanta atenção quanto Paulão. Além de alguns deslizes na saída de bola – que explicam o alto número de erros de fundamento, o zagueirão do Inter teve a chance de dar a vitória ao seu time, mas desperdiçou um pênalti, defendido por Danilo, da Chapecoense. A rodada teve mais uma penalidade: convertida por Keno, do Santa Cruz, contra o Vitória. Walace, do Grêmio, dividiu a liderança entre ladrões de bola com outros quatro.

Doze dos 20 times da competição não marcaram na rodada de abertura. Destaque negativo para os clubes da Região Sul, que marcaram apenas umgol – do Coritiba – no fim de semana. Atlético-PR, Figueirense, Chapecoense, Grêmio eInternacional passaram em branco.

 

 

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *