Últimas

Oposição tem assinaturas para referendo de revogação do mandato de Maduro

Caracas, 30 abr (EFE).- O líder opositor venezuelano Henrique Capriles afirmou neste sábado que não é preciso mais assinaturas de eleitores na primeira fase do processo para o referendo revogatório do mandato do presidente, Nicolás Maduro.

“Atenção: Temos cerca de 2 milhões de assinaturas, eram necessárias apenas 196 mil”, escreveu Capriles na rede social Twitter.

A oposição a Maduro deve entregar às autoridades eleitorais a assinatura de 195.721 eleitores – correspondentes a 1% do censo eleitoral nacional de mais de 19,5 milhões – para iniciar um processo que passará para uma segunda fase, no caso de a consulta precisar da assinatura de 20% dos eleitores.

Capriles foi candidato da oposição nas duas últimas eleições presidenciais, vencidas em 2012 pelo depois falecido Hugo Chávez e em 2013 por Maduro.

Capriles lidera o setor opositor que quer pôr fim este ano ainda ao governo de Maduro através desse referendo e denuncia que o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) “põe impedimentos” a essa possibilidade eleitoral.

Segundo o estabelecido na Constituição, o referendo pode ser solicitado na metade do mandato de qualquer autoridade, tempo que Maduro completou neste mesmo mês após vencer há três anos as eleições que definiram o período presidencial 2013-2019.

Se a oposição vencer o referendo neste mesmo ano, o CNE deverá convocar novas eleições, mas se o conseguir em 2017 Maduro será substituído até 2019 por seu vice-presidente, Aristóbulo Istúriz. EFE

arv/ma

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *