Últimas

Otan investiga circunstâncias da morte de dois militares no Afeganistão

Cabul, 8 mai (EFE).- A missão da Otan no Afeganistão investiga as circunstâncias da morte de dois militares romenos no sul do país asiático para determinar se foi um acidente ou um ataque interno, informou neste domingo à Agência Efe fonte da Aliança Atlântica.

“Oficiais afegãos e de Apoio Decidido (a missão aliada) estão realizando uma investigação do incidente. Mais informação será divulgada quando estiver disponível e for apropriado”, disse esta fonte, que pediu o anonimato.

Em comunicado, a Aliança informou que “dois indivíduos que vestiam uniformes das Forças de Segurança e Defesa Nacionais Afegãs (ANDSF) abriram fogo”, e “os membros de Apoio Decidido responderam aos disparos e mataram os atiradores”.

O Ministério de Defesa da Romênia, por sua vez, afirmou que também investiga o incidente, em que morreram um soldado e um sargento, além de ter deixado um terceiro ferido, perto da cidade afegã de Kandahar enquanto executavam uma missão de instrução com a polícia local.

Os talibãs reivindicaram o ataque em mensagem através do Twitter, em que disseram que “um soldado infiltrado matou quatro invasores dos Estados Unidos-OTAN na base aérea de Kandahar”.

O porta-voz do governador provincial de Kandahar, Samim Khpalwak, disse à Efe que o incidente aconteceu no complexo do aeroporto internacional da capital provincial homônima, que inclui instalações militares e policiais.

Khpalwak confirmou que um dos agressores está internado em um hospital.

Uma fonte do exército na província, que pediu o anonimato, afirmou à Efe que os agressores pertenciam a polícia afegã.

Os talibãs lançaram mês passado a ofensiva de primavera, com ataques “em grande escala” contra seus inimigos, as forças afegãs e as internacionais desdobradas no país.

Os insurgentes ganharam terreno em zonas do Afeganistão após o fim da missão de combate da Otan em 2014 e desde o final de 2015 controlam quase um terço do território afegão, segundo um relatório da Inspetoria Geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR), orgão americano.

bks-lar/cd

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *