Últimas

Plano da Apple para expandir na Índia foi barrado pelo governo

A Apple tinha grandes esperanças de vender iPhones usados na Índia. Mas essas esperanças podem ter sido frustradas. O pedido da gigante da tecnologia para vender smartphones recondicionados na Índia foi rejeitada pelo governo local.

A companhia vem tentando vender iPhones remodelado para clientes na Índia como parte de um esforço mais amplo de aumentar a sua quota de mercado no país. Como a presença da Apple no mercado chinês está diminuindo, ela passou a concentrar cada vez mais sua atenção na Índia, onde tem atualmente 2% do mercado de smartphones.

Contudo, a Índia tem sido um pouco difícil de lidar para a maioria das empresas do Vale do Silício. O país tem várias leis em vigor que restringem a capacidade de uma empresa norte-americana a operar dentro das suas fronteiras, incluindo a obrigatoriedade de 30% dos produtos estrangeiros utilizarem material de dentro do país.

Ainda assim, a Índia está crescendo e a sua classe média também. A maioria das grandes empresas de tecnologia estão competindo por uma fatia desse mercado. Vendo uma oportunidade, a Apple anunciou aberturas de lojas no país, mesmo sem garantir que 30% dos seus produtos seriam indianos, propondo uma isenção especial da regra, caso entregasse smartphones usado.

Durante uma entrevista, o CEO da Apple, Tim Cook, reconheceu o quão importante a Índia seria para o futuro da empresa. Ele observou que a previsão é de que a Índia seja “o país mais populoso do mundo em 2022,” e estrategicamente para a companhia, o país é extremamente atraente.

Via Fortune

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *