Últimas

Prefeito de Cupertino afirma que Apple abusa da cidade ao não pagar impostos

Não está sendo uma semana fácil para a Apple, depois de perder um processo contra uma empresa que usa o nome “iPhone” em produtos de couro e ter seu pedido para venda de smartphones recondicionados na Índia barrado, a empresa recebeu duras críticas do prefeito de Cupertino, Barry Chang.

Durante entrevistas, Chang afirmou que a companhia não faz o suficiente pela cidade-sede e acredita que a Apple abusa do governo local. “A Apple não está disposta a pagar um centavo. Eles estão lucrando, e deveriam compartilhar a responsabilidade com a nossa cidade, mas eles não fazem isso”.

A cidade de 60 mil habitantes está passando por problemas de infraestrutura e congestionamento. O prefeito afirma que o aumento de impostos para grandes empresas seria o suficiente para resolver as questões do município. Ele chegou a propor que a Apple pagasse US$ 100 milhões para melhorar a infraestrutura de Cupertino, mas não conseguiu votos do conselho da cidade.

“A Apple é uma empresa tão grande aqui. Os membros do conselho não querem ofendê-los. A Apple fala com eles e eles não vão votar contra a empresa”, afirma Chang. O prefeito ainda alega que foi expulso por seguranças do campus da empresa quando foi discutir sobre planos para reduzir o trânsito na região.

A Apple, por sua vez, afirma que é a maior contribuinte de Cupertino, uma vez que paga milhões de dólares em impostos todos os anos. No entanto, Chang é um dos alguns cidadãos que acreditam que a Apple poderia fazer mais para ajudar a cidade e pagar mais impostos, considerando os lucros bilionários que a companhia tem todos os trimestres.

De acordo com relatórios de impacto econômico da cidade, a Apple pagou US$ 9,2 milhões de receitas fiscais para Cupertino nos últimos anos, o que representa 18% do orçamento do município.

Taxas
Esta não é a primeira vez que a companhia de Steve Jobs é alvo de críticas por não pagar de forma justa seus impostos, canalizando dinheiro através de países domo Irlanda e Holanda, onde as taxas são muito baixas.

De acordo com a Citizens for Tax Justice, um grupo de pesquisa sem fins lucrativos com foco na política fiscal, a Apple paga em impostos somente 2,3% dos US$ 181 bilhões de seu caixa detido no exterior, quando a quantia deveria ser de 35%. A estimativa é de que a gigante esteja devendo para o governo dos Estados Unidos em torno de US$ 52 bilhões em impostos.

Até o co-fundador, Steve Wozniak, afirmou que a empresa deveria pagar uma taxa de impostos de 50%.

Via The Guardian e Fortune

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *