Presidente da Fifa elogia desejo do México de sediar Copa do Mundo de 2026

Cidade do México, 8 mai (EFE).- O presidente da Fifa, Gianni Infantino, elogiou o interesse do México de organizar a Copa do Mundo de 2026, mas lembrou que organizar um Mundial atualmente é bem diferente do que quando o país foi sede do torneio, em 1970 e 1986.

“O Mundial agora é maior do que quando o México organizou em 1970 e 1986. É preciso muita infraestrutura, mas vamos estudar tudo isso e em breve saberemos”, disse Infantino em entrevista coletiva.

O dirigente está no México por causa do Congresso da Fifa que será realizado na capital do país na próxima sexta-feira e disse que a paixão dos mexicanos pelo futebol é algo que beneficia a candidatura do país para sediar sua terceira Copa do Mundo.

“As regras são feitas pela Fifa, e o México mostrou seu desejo. A decisão será tomada perto de 2020”, completou Infantino.

O presidente da Fifa afirmou que é provável que a Copa de 2026 seja organizada por um país-membro da Cocacaf. E, nesse sentido, citou a possibilidade do torneio ser compartilhado entre dois países, talvez México e Estados Unidos.

O presidente da Federação Mexicana de Futebol, Decio de María, reiterou o interesse do país em ser sede da Copa do Mundo de 2026 e sua confiança em apresentar uma boa candidatura.

O Congresso da Fifa servirá para as 209 federações integrantes da entidade recebam informações das reformas aprovadas pelo Congresso Extraordinário do dia 26 de fevereiro, além dos planos para estimular o desenvolvimento do futebol.

“O México é um país de grande tradição futebolística e nos alegramos de estar envolvidos em uma parte essencial deste período de importantes decisões para o mundo do futebol”, disse María.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *