Últimas
nico-rosberg-venceu-o-gp-de-monaco-em-2013-e-2014-1432472251925_615x300

Rivais da Mercedes tentam 'aprontar' em Mônaco, e até McLaren está otimista

  • AP Photo/Luca Bruno

Que a pista de Mônaco é diferente, ninguém duvida. Tanto, que algumas equipes apostam que poderão ter um rendimento bem superior ao das etapas anteriores – e até ameaçar o domínio das Mercedes.

A grande explicação para tanta confiança é o fato de o traçado em Monte Carlo evidenciar quais os melhores carros do ponto de vista aerodinâmico, sem tanta influência da potência do motor. Assim, enquanto Ferrari e Red Bull estão de olho em quebrar a sequência de três vitórias seguidas da Mercedes no Principado, até a McLaren também fala em surpreender.

“Acho que deve ser uma pista forte para nós”, disse Sebastian Vettel, da Ferrari, em comunicado oficial. “Fomos competitivos lá no ano passado e acho que melhoramos justamente nas áreas que fazem diferença em Mônaco. O carro lida melhor com as zebras em geral, e isso deveria ajudar”.

Mas quem chega mais embalada ao Principado é a Red Bull, que vem de uma vitória na Espanha, aproveitando-se da batida que tirou os dois Mercedes da prova. Considerado o melhor chassi do grid ao lado do carro alemão, o RB12 costuma ficar devendo em pistas nas quais o motor fala alto, uma vez que o Renault é bem inferior em relação ao Mercedes ou ao Ferrari. E isso não deve fazer tanta diferença na prova do próximo final de semana.

“Já tivemos um pódio [na China] e uma vitória neste ano e acho que Mônaco nos dá uma grande oportunidade de ter mais conquistas”, apontou Daniel Ricciardo. “Mas não é daquelas provas em que você tem de ficar muito empolgado: porque é um circuito em que pode dar tudo certo ou tudo errado, mas acredito que temos uma grande chance.”

McLaren melhor que a Williams?
Atrás do trio que conquistou todos os pódios e vitórias nas cinco etapas disputadas até aqui, a equipe mais próxima tem sido a Williams. Porém, para o chefe da McLaren, Eric Boullier, a história será diferente nas ruas de Mônaco.

“No papel, poderíamos ficar entre o sexto e o oitavo lugares, acredito”, disse o francês à Autosport. E isso significa, de acordo com a equipe, brigar com a Ferrari e a Toro Rosso para ser a terceira força. “Não tenho certeza [se somos melhores] em relação à Ferrari. Não sei se eles são uma ameaça para nós. A Red Bull, definitivamente. A Toro Rosso tem um bom carro e também tem a Mercedes. E a Williams está claramente atrás.”

O GP de Mônaco terá três sessões de treinos livres, às 5h e às 9h da quinta-feira no Brasil, e às 6h do sábado. A classificação será às 9h também do sábado e a largada, no mesmo horário, no domingo.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *