Últimas

Rosberg vence na Rússia e mantém 100% de aproveitamento

Sochi, Rússia, 1 Mai 2016 (AFP) – O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, venceu neste domingo o Grande Prêmio da Rússia, no circuito de Sochi, garantindo o quarto triunfo em quatro corridas nesta temporada, ficando na frente do companheiro de equipe Lewis Hamilton e do finlandês Kimi Räikkönen, da Ferrari.

Atual vice-campeão mundial, Rosberg ampliou para 43 pontos a vantagem sobre Hamilton no campeonato e recebeu o troféu das mãos do presidente russo Vladimir Putin.

Na verdade, a situação de Hamilton poderia ser muito pior. A ‘dobradinha’ da Mercedes veio com muita luta, já que o britânico largou da décima posição e fez uma grande corrida de recuperação para diminuir o prejuízo.

Mesmo assim, o tricampeão mundial nada pôde fazer para ameaçar a hegemonia Rosberg, que liderou de ponta a ponta para garantir a 18ª vitória da sua carreira e a sétima consecutiva, já que também havia vencido as últimas três provas do ano passado.

“O carro foi fantástico, foi um grande fim de semana, vibrou o alemão depois da corrida”.

Apenas três pilotos conseguiram a façanha de vencer sete corridas em sequência na história da F1, Alberto Ascari (1952-53), Michael Schumacher (2004) e Sebastian Vettel (2013).

A Mercedes somou a décima vitória seguida na modalidade, uma atrás do recorde absoluto da McLaren de 1988, no auge da rivalidade interna entre Ayrton Senna e Alain Prost.

Senna foi homenageado antes da largada, 22 anos depois da morte trágica, no GP de Imola. Foi a primeira corrida disputada num 1º de maio desde o falecimento do brasileiro.

– Nova polêmica Vettel x Kvyat -Felipe Massa, da Williams, que largou em quarto, ficou na quinta posição, logo atrás do companheiro de equipe Valterri Bottas.

O início da corrida foi marcado por mais um incidente entre o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari e o russo Daniil Kvyat, da Red Bull.

Logo na primeira volta, Kvyat, que competia em casa, bateu duas vezes na traseira do alemão, que teve que abandonar a corrida.

Há duas semanas, na China, Vettel já tinha acusado o russo de manobra “suicida”, quando obrigou o alemão desviar a rota para evitá-lo, batendo no próprio companheiro da Ferrari.

Em Xangai, os dois pilotos tinham terminado no pódio (Vettel em segundo e Kvyat em terceiro), mas a história foi diferente na Rússia.

Vettel abandonou na hora e Kvyat foi punido com uma volta aos boxes e terminou em 15º, fora da zona de pontuação.

“Vou ter que abandonar. Fui atingido por trás na segunda curva e depois mais uma vez na terceira. Que merda! Fala sério”, reclamou o piloto da Ferrari no rádio do seu carro.

O alemão saiu do carro furioso e ainda foi tirar satisfação depois com Christian Horner, diretor da RBR, escuderia com a qual conquistou quatro títulos mundiais seguidos, de 2010 a 2013.

Chegando logo atrás do russo, o brasileiro Felipe Nasr (16º) teve mais uma corrida complicada ao volante da Sauber.

-Classificação do GP da Rússia

1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

309,745 km em 1h32:41.997

(velocidade média: 200,482 km/h)

2. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) a 25.022

3. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) a 31.998

4. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) a 50.217

5. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) a 1:14.427

6. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) a 1 volta

7. Kevin Magnussen (DIN/Renault) a 1 volta

8. Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari) a 1 volta

9. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) a 1 volta

10. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) a 1 volta

11. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer) a 1 volta

12. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Ferrari) a 1 volta

13. Jolyon Palmer (GBR/Renault) a 1 volta

14. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 1 volta

15. Daniil Kvyat (RUS/Red Bull-TAG Heuer) a 1 volta

16. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) a 1 volta

17. Esteban Gutiérrez (MEX/Haas-Ferrari) a 1 volta

18. Pascal Wehrlein (ALE/Manor-Mercedes) a 2 voltas

Melhor volta da corrida: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1:39.094 na 52ª volta (velocidade média: 212,452 km/h)

Abandonos:

Rio Haryanto (INA/Manor-Mercedes): batida na primeira volta

Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes): batida na primeira volta

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): batida na primeira volta

Max Verstappen (NED/Toro Rosso-Ferrari): problema de motor na 35ª volta

-Classificação do Mundial de pilotos:

1. Nico Rosberg (ALE) 100 pts

2. Lewis Hamilton (GBR) 57

3. Kimi Räikkönen (FIN) 43

4. Daniel Ricciardo (AUS) 36

5. Sebastian Vettel (ALE) 33

6. Felipe Massa (BRA) 32

7. Romain Grosjean (FRA) 22

8. Daniil Kvyat (RUS) 21

9. Valtteri Bottas (FIN) 19

10. Max Verstappen (HOL) 13

11. Fernando Alonso (ESP) 8

12. Kevin Magnussen (DIN) 6

13. Nico Hülkenberg (ALE) 6

14. Carlos Sainz Jr (ESP) 4

15. Sergio Pérez (MEX) 2

16. Jenson Button (GBR) 1

17. Stoffel Vandoorne (BEL) 1

-Classificação do Mundial de construtores:

1. Mercedes-AMG 157 pts

2. Ferrari 76

3. Red Bull 57

4. Williams 51

5. Haas 22

6. Toro Rosso 17

7. McLaren-Honda 10

8. Force India 8

9. Renault 6.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *