Últimas

Saiba o que é e para que serve o Google Play Services

Se você usa um smartphone com sistema operacional Android já deve ter notado a presença de um estranho aplicativo pré-instalado chamado Google Play Services. Ele não aparece na tradicional gaveta de apps e não pode ser aberto como o Facebook, YouTube ou WhatsApp. Ainda assim, este programa recebe atualizações constantes e ocupa um bom espaço de armazenamento do celular.

Mas você sabe o que é e para que serve esse Google Play Services? Identificado pelo ícone de uma peça de quebra-cabeças, com as cores da loja Google Play, este programa não é um aplicativo como todos os outros no smartphone. Sua função, porém, é de extrema importância para que os outros apps funcionem normalmente no aparelho, desde o Android 2.2.

Resumidamente, o Google Play Services é como um pacote de APIs – “Application Programming Interface”, ou “Interface de Programação do Aplicativo”. Trata-se de um conjunto de normas que ajudam os desenvolvedores a criar apps que se comunicam facilmente com outros apps. Com ele, aplicativos como o WhatsApp e os jogos que você tem no celular dependem menos de atualizações do sistema para rodar.

Para explicar melhor essa função, peguemos como exemplo o Google Maps. Nas versões mais antigas do Android, o aplicativo precisava ser atualizado toda vez que o sistema operacional do celular era atualizado. Como sabemos, uma atualização do Android pode demorar muito tempo para chegar a um aparelho que não tenha a versão pura do software, como um smartphone da Samsung ou da LG.

Sendo assim, o Maps ficava desatualizado e operando com dificuldade enquanto o sistema não fosse atualizado pela fabricante. Graças ao Google Play Services, porém, o Google garante que o app, no Android, será mantido com seus recursos sempre em dia, com updates instalados automaticamente, independentemente da versão do sistema operacional que você estiver usando.

Sendo assim, o Google Play Services permite que você use a versão mais recente de um aplicativo mesmo que ainda não esteja usando a versão mais recente do Android. Isso flexibiliza a experiência e restringe o “sofrimento” dos usuários que precisam esperar meses por um novo update no sistema. Nem todos os apps são beneficiados por esse recurso, mas a grande maioria – isto é, os mais populares – com certeza é.

Posso me livrar do Google Play Services?

Embora seja tão importante para o bom funcionamento de um dispositivo Android, sua função quase invisível pode fazer com que o Services pareça um recurso inútil. Afinal, ele consome memória RAM, espaço de armazenamento, poder de processamento e até a bateria do celular, mas seu impacto real é pouco notado. É possível removê-lo?

Como se trata de um bloatware, o Google Play Services não pode ser desinstalado como qualquer outro app. No entanto, é possível desativá-lo. No seu smartphone, abra o aplicativo de configurações e vá até Aplicativos > Google Play Services. Toque no botão “Desativar”, ao lado de “Forçar Parada”. Se preferir, você também pode liberar algum espaço apenas desinstalando as atualizações.

Reprodução

Se no seu celular o botão Desativar estiver cinza e não funcionar, como na imagem acima, será preciso tomar um caminho um pouco mais longo. Novamente no aplicativo de configurações, vá até Segurança > Selecionar administradores e desmarque a opção correspondente ao Gerenciador de Dispositivos Android. Volte ao Google Play Services e desative-o se assim preferir.

Reprodução

Mas tome muito cuidado! Assim como o Gerenciador de Dispositivos, o Google Play Services é um recurso de extrema importância para o seu smartphone Android. Desabilitá-los pode fazer com que os outros apps instalados no aparelho comecem a apresentar problemas, e não é uma atitude aconselhável se não for uma medida de urgência. Faça isto por sua conta e risco.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *