Últimas

Simeone coloca Griezmann entre os três melhores do mundo

Madri, 21 Mai 2016 (AFP) – O atacante francês Antoine Griezmann alcançou outro patamar desde que chegou ao Atlético de Madrid e tem seu lugar entre “os três melhores jogadores do mundo”, avaliou neste sábado o técnico Diego Simenone, a uma semana da final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid.

“Hoje, ele certamente faz parte dos três melhores jogadores do mundo”, sentenciou ‘El Cholo’, em entrevista coletiva realizada num evento aberto para mídia antes da decisão do torneio continental, marcada para o dia 28 de maio, em Milão.

Artilheiro do Atlético nesta temporada, com 32 gols marcados, o francês de 25 anos está no clube desde 2014 e vem melhorando a cada temporada, “com muito esforço, trabalho e capacidade de ouvir os conselhos”, destacou Simeone.

“Em tudo na vida, o importante é saber ouvir e executar as coisas. Ele tenta fazer isso ao máximo, sempre se esforça”, reconheceu o exigente treinador argentino.

O próprio Griezmann mostrou-se lisonjeado com os elogios de Simeone. “É legal, não é?”, indagou o atacante.

“Sempre procuro dar meu melhor em cada jogo, cada treino. Meus companheiros e a comissão técnica fazem de tudo para que eu jogue nesse nível e espero que continue assim”, explicou o atacante, que vai “realizar um sonho” ao disputar sua primeira final de Champions.

“Quando eu era pequeno, eu sempre imitava as jogadas dos caras que eu via na TV. Quem diria que eu jogaria uma final de Liga dos Campeões jm dia. Graças ao trabalho realizado no dia a dia, vou poder disputar uma final de Champions e uma Eurocopa”, vibrou o francês, que disputará a Euro em casa com a seleção do seu país, de 10 de junho a 10 de julho.

“Não me sinto pressionado. Sei há muita expectativa, mas prefiro não me preocupar. Essa é minha força. Continuo trabalhando como sempre, sem esquentar a cabeça”, completou.

– Pressão e intensidade -Para o capitão do Atlético, o zagueiro uruguaio Diego Godín, a final do próximo sábado será “uma nova oportunidade” de levantar a Taça Orelhuda.

Em maio de 2014, pouco antes da chegada de Griezmann ao clube Godín amargou o vice-campeonato em outra decisão contra o Real Madrid, perdia por 4 a 1 na prorrogação.

Na ocasião, no estádio da Luz de Lisboa, o uruguaio chegou a abrir o placar para os ‘colchoneros’, mas Sergio Ramos forçou o tempo extra ao empatar nos acréscimos.

Neste ano, Godín promete que o Atlético jogará “de forma muito intensa, pressionando o adversário e tentando aproveitar todos os espaços”.

O zagueiro não acredita que o Real se jogue de peito aberto para o ataque. “Eles têm um jogo muito vertical, com jogadores muito velozes. Para eles, quanto mais espaço, melhor. Com essas caraterísticas, acho que eles vão nos esperar para apelar para os contra-ataques”, analisou.

“Temos um grupo forte e trabalhamos muito para estar 100% fisicamente”, avisou.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *