Solteiro, Mauricio Mattar regrava Roberto Carlos e se diz um eterno romântico: ‘A caretice me faz feliz’

Nos anos 80 e 90, Mauricio Mattar era, numa livre comparação, o que Cauã Reymond representa hoje para o mundo artístico: um arrasa-quarteirão que protagonizou novelas e levava o público a suspirar a cada aparição. Esqueça, no entanto, o Mauricio Mattar polêmico e o colecionador de namoros famosos. O exílio voluntário da TV, o foco total na carreira de cantor e a constante busca pela religiosidade fazem parte de uma fase nova, em que a tranquilidade e o autoconhecimento são fundamentais em sua vida.

Aos 52 anos, o eterno galã se encontrou. “A caretice me faz feliz. O máximo de loucura a que me permito hoje em dia é assistir a um filme até as cinco da manhã. E, se vejo que está amanhecendo, tranco a janela e vou dormir”, conta ele.

Empolgado com o novo EP, “Muito romântico”, que, como o próprio nome sugere, o romantismo é o carro-chefe, é no palco, com uma orquestra de 13 músicos, que ele se realiza.

“Cantar e perceber uma lágrima brotando no rosto de alguém na plateia me faz pensar que consegui atingir de verdade o coração das pessoas”, observa o cantor, que ganhou de Roberto Carlos a chance de regravar “Os seus botões”, e canta nos shows que tem feito, como nos do Teatro Augusta, em São Paulo, nos próximos dias 24 e 31.

Maurício Mattar ganhou música de Roberto Carlos

Maurício Mattar ganhou música de Roberto Carlos Foto: Alle Vidal/ divulgação

A face romântica, porém, sempre esteve presente em sua vida e obra. Mauricio não esconde que é um amante à moda antiga. Solteiro há oito meses, desde que o namoro com a cantora Bianca Assunção chegou ao fim, ele se recusa a acessar aplicativos de relacionamento, por exemplo, para pôr fim à careência.

“Nem sei como é. Não acredito em virtualidade, não sou dessa geração digital. O amor acontece no olho no olho”, diz o bonitão, que não descarta um novo casamento:

“Não agora. Pela primeira vez em muitos anos estou focado em mim. Gosto de dar atenção, de chegar em casa e saber como foi o dia do outro, de dizer ‘eu te amo’. Mas senti a necessidade de estar comigo, de me amar. Claro que um beijinho no canto da boca sempre tem, né?!”.

A busca por esse Mauricio mais leve começou quando ele completou 50 anos. Ele não come mais carne vermelha, rompeu com pães e massas, tenta ser o mais saudável possível e viu 20 quilos irem embora de seu corpo.

“Me policio até para não falar palavrão, que eu usava muito! Fiquei mais velho e decidi me comportar”, confessa: “Minha história está aí. Não a renego ou me arrependo. Se fiz algum mal foi a mim mesmo, por pura ingenuidade”.

Maurício Mattar faz show no Teatro Augusta, em São Paulo

Maurício Mattar faz show no Teatro Augusta, em São Paulo Foto: Leo Franco/ Agnews

Muitos desses males foram combatidos pela fé de Mauricio. Pouca gente sabe, talvez só os mais íntimos, o quanto ele é apegado a Nossa Senhora de Fátima, por exemplo.

“Sempre fui católico, mas vivi à procura de filosofias que pudessem me agregar. Fui a mosteiros, templos… Conheci retiros na Índia. Quando morei em Portugal, estive no Santuário de Fátima e fui arrebatado. Lá, fiz um desafio à santa. Pedi algo que seria praticamente impossível profissionalmente. Se ela fosse tão poderosa, eu conseguiria. Cheguei em casa uma hora depois. Abri meu e-mail e, não só tinha sido atendido, como poderia escolher entre duas propostas”, diz sem revelar o “milagre”.

No dia de seu aniversário, em abril deste ano, foi na igreja dedicada à santa que decidiu comemorar com uma missa.

“Não divulgo minha fé. Não quero ganhar simpatia por isso. É algo muito sério para mim”, justifica ele, que não dorme ou sai da cama sem rezar. Morando em São Paulo, onde mantém sua empresa e seu estúdio, é na rotina quase monástica que encontra paz e alegria.

Maurício Mattar: ligação com Nossa Senhora de Fátima

Maurício Mattar: ligação com Nossa Senhora de Fátima Foto: divulgação

Das novelas, ele garante não sentir saudade. “Foram 30 anos de televisão. Tive 13 músicas em trilhas sonoras. Hoje digo que se querem me ver o canal Viva faz um trabalho brilhante me reprisando”, explica.

O que ele curte mesmo hoje em dia é assistir às tramas: “Virei noveleiro. Não perco um capítulo de ‘Totalmente Demais’. Quando tenho compromisso no horário, pergunto se no lugar tem televisão”.

Mauricio Mattar vem de uma geração de artistas que experimentou e fez o que quis. A calmaria chegou na maturidade, que agora começa a dar chance para outros prazeres. Pai de Luã, de 28 anos, fruto do casamento com Elba Ramalho; Rayra, de 25, que teve com Flavia Gracie; e Petra Mattar, de 21 anos, da relação com Fabiana Sá, o bonitão está louco para ter netos:

“Digo aos meus filhos para correrem com isso. Quero ser um avô com cara de pai ainda”.

Maurício Mattar em “Roque Santeiro”, a primeira novela

Maurício Mattar em “Roque Santeiro”, a primeira novela Foto: divulgação / Agência O Globo

Maurício Mattar: busca espiritual pontua a vida

Maurício Mattar: busca espiritual pontua a vida Foto: Marcelo Theobald

Em .2006, com a ex, Elba Ramalho, e o filho Luã

Em .2006, com a ex, Elba Ramalho, e o filho Luã Foto: Cristina Granato

Maurício Mattar e a filha Petra

Maurício Mattar e a filha Petra Foto: divulgação / Agência O Globo

Mauricio Mattar e a filha Rayra

Mauricio Mattar e a filha Rayra Foto: reprodução/instagram

Angélica e Maurício Mattar, em 2003

Angélica e Maurício Mattar, em 2003 Foto: divulgação

Maurício Mattar e Deborah Secco, em 2001

Maurício Mattar e Deborah Secco, em 2001 Foto: Gerson Lima

Maurício Mattar também namorou Paolla Oliveira

Maurício Mattar também namorou Paolla Oliveira Foto: Marcio Nunes

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *