Tecnologia recifense para combater o câncer

Plataforma ligada a esses sensores poderá realizar teste de paciente  por meio de app de celular (Roberto Ramos)
Plataforma ligada a esses sensores poderá realizar teste de paciente por meio de app de celular

Ao longo de 19 décadas, o Diario de Pernambuco mais do que acompanhou a história. Também ajudou a moldá-la. Noticiar e apoiar avanços científicos e a iniciativa local era uma das formas oferecidas pelo jornal aos que se propunham a preenchê-las com umas tantas doses de ousadia e outras tantas de inovação. Pensando nisso, o veículo assume para si o compromisso de apoio a um avanço tecnológico já reconhecido como raro e potencialmente revolucionário: um aplicativo para mobile que se propõe a detectar a probabilidade de uma pessoa desenvolver câncer ao longo da vida, antes do surgimento de qualquer tumor. O feito é tamanho, a ponto de disputar, a partir desta segunda-feira, um prêmio de um milhão de dólares, investimento que deve ser aplicado no desenvolvimento da plataforma e pode ser obtido por meio de participação e voto popular pela internet.

O projeto em questão une os conhecimentos de detecção de doenças do já renomado Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (Lika), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), à expertise da Epitrack, startup pernambucana que desenvolve plataformas de detecção digital de síndromes.  Trata-se de um aplicativo disponível em qualquer aparelho celular que, aliado a uma plataforma de biossensores, com apenas uma gota de sangue, conseguirá detectar a probabilidade de uma pessoa desenvolver o câncer. A ideia é tornar o processo tão simples e acessível quanto um aparelho de medição da glicose, disponível em qualquer farmácia, tendo em vista que um exame do gênero, hoje, demanda alguns milhares de reais e um prazo razoável para obter resultados

A proposta já sagrou-se vencedora da etapa nacional do concurso anual The Venture, que contempla as melhores ideias na área de empreendedorismo social, contra iniciativas mais conhecidas do público como a Colab, que monitora problemas urbanos nas urbes e os comunicam às administrações municipais, por uma plataforma digital. A Epitrak começa agora sua disputa internacional, contra iniciativas inovadoras de 27 países, em concurso promovido pela marca de whisky Chivas.

Ao todo, serão 750 mil dólares entregues a uma proposta coroada e outros 250 mil dólares distribuídos entre todos os competidores, proporcionalmente ao número de votos obtidos por cada um no site www.theventure.com. A votação começa neste dia 9 de maio e segue até 13 de junho. No mês seguinte, no dia 14 de julho, uma cerimônia em Nova York definirá o vencedor entre cinco finalistas.

Fundada em 2013, a Epitrack rapidamente se tornou uma companhia de capital estrangeiro em seu cerne. “Nós faturamos inicialmente em dólares para depois começar a lidar com reais. Já nascemos internacionais”, afirma o CEO Onício Leal. Tem razão de ser. Ele conta que duas das cinco maiores plataformas de vigilância participativa em saúde, ou seja, tecnologias que funcionam a partir dos dados fornecidos pelos usuários de forma colaborativa para identificar epidemias antes que elas aconteçam, fazem parte do portfólio da empresa. “Uma, no Brasil, chamada Guardiões da Saúde, lançada recentemente, e uma nos Estados Unidos e Canadá, a Flu near you (em português, “gripe perto de você”), plataforma dedicada para influenza. Essa, inclusive, já teve confirmação de outras fontes, que nos dão segurança que ela consegue prever uma epidemia antes dela acontecer”, aponta Onício.

Serviço

A votação
Início: 9 de maio de 2016
Onde: www.theventure.com
Até quando: Semanalmente, até 13 de junho.

Prêmio: Nessa fase,
US$ 250 mil, dividido proporcionalmente entre as 27 startups, de acordo com o número de votos.
Anúncio do vencedor dos demais US$ 750 mil:
14 de julho, em Nova York

Voto: Um por pessoa
por semana

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *