Últimas

Tentativa de linchamento no centro do Recife

A justiça com as próprias mãos pode levar à barbárie. Tinha essa certeza. Tive a comprovação ontem na Rua Nova, em Santo Antônio. Aos gritos de “tarado”, um rapaz batia incessantemente em outro caído na calçada. Em minutos, uma multidão acompanhava o “espetáculo”. Alguns apoiavam, outros repreendiam a violência. Dois homens se agarraram ao agressor para impedir que continuasse a golpear. Mas o agressor, como ouvi de um senhor, “estava envenenado”. Nada o controlava. Fingiu ir embora, despistando os que tentavam acalmá-lo. Retornou. Com um murro levou o agredido, com sangue escorrendo pelas narinas, ao chão. O agredido tentou se justificar em vão. E o agressor continuou a bater. Queria se vingar da “gracinha” dita à namorada, que estimulava o companheiro a não deixar “nada barato”. Era preciso dar uma lição, segundo ela. Recebeu o apoio de alguns espectadores. A dois ou três metros, um senhor discordou. Pediu tranquilidade. Disse ao casal que deveria esfriar a cabeça e sugeriu levar o caso à polícia. Falou praticamente para ninguém, pois a preocupação da maioria era com o desfecho da história. Talvez um corpo desmaiado de pancadas. Satisfeito, o agressor partiu e o agredido ficou chorando e pedestres rindo. Tempo estranho.

Casa de ferreiro…
O ditado “casa de ferreiro, espeto de pau” se aplica perfeitamente à atitude de alguns agentes da CTTU. Responsáveis por fiscalizar, circulavam ontem com a viseira do capacete levantada em Santo Amaro.

…Em Santo Amaro
A infração de trânsito dos agentes foi flagrada por motoqueiros a poucos metros da sede da CTTU, localizada na Rua Frei Cassimiro. Naquela hora, os motoqueiros desejaram ter a autoridade de multar.

Queda na esquina
O que mais se vê na esquina das ruas Severino José de Paula e Cosmorana, em Piedade, são carros caindo em um buraco existente no lugar. Nesse período, a cratera fica coberto com a água da chuva.

Lâmpada demorada
Famílias da Rua Francisco Pereira Borba, em Camaragibe, esperam há mais de duas semanas que a prefeitura substitua a lâmpada no fim do logradouro. Assaltos se tornaram constantes devido à escuridão.

Bem cuidados
À coluna, o Grande Recife afirma orientar funcionários, motoristas e cobradores a não alimentarem os cães de rua para evitar que circulem nos terminais integrados. Não está sendo ouvido. Os cães estão gordos.

Lixeiras…
As novas lixeiras das orlas de Bairro Novo e Casa Caiada, Olinda, dividem opiniões. Defensores elogiam a praticidade. Críticos falam da facilidade com que animais podem rasgar os sacos plásticos.

…Depredação
Os sacos são presos pela boca em estrutura metálica. E se movimentam à velocidade do vento. A justicativa da prefeitura para a escolha do modelo é que dificulta a depredação. Há 30 novas unidades na orla.

Pela metade…
Cortaram o matagal da encosta da Segunda Travessa da Rua Dr. Pedro Moscoso, na comunidade de Lagoa Encantada, no Ibura, há dias, mas a equipe da prefeitura nunca recolheu o material capinado. 

…Casa de mosquito
Não poderia ser outra a consequência na encosta de obras de drenagem inacabadas desde 2014. Com o mato seco dentro das canaletas, a água empoça, sendo um atrativo para o mosquito da dengue. 

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *