Tite isenta André de culpa após pênalti perdido: "Bateu como sempre bate"

O técnico Tite evitou criticar o atacante André após o pênalti perdido contra o Nacional, nesta quarta-feira (4). O Corinthians empatou em 2 a 2 na Arena em Itaquera e foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores.

“O pênalti que o André bateu é o mesmo que ele bateu da outra vez, e a forma como ele bate. A gente tem que melhorar (as cobranças de pênalti), é um dos pontos que tem que melhorar a equipe”, afirmou.

O treinador lamentou a falta de efetividade da equipe, considerada “ainda sem casca” por ele. “Fosse uma equipe mais calejada, poderíamos ter feito os gols com as chances que criamos. Chance de Rodriguinho, Lucca, Romero, o pênalti batido. Doído, mas com a devida avaliação”.

“O processo de crescimento é acerto e erro. Passar pelas experiências, é inevitável. A gente queria que não fosse (eliminado), porque não merecia. Mas a efetividade nos tirou. O transformar em gol nos tirou. Talvez esse último terço, um pouquinho ansioso, que é o que as equipes novas acabam pecando. Não existe outra forma (de evoluir): trabalho e tempo”, continuou.

Por último, Tite afirmou que o Corinthians estava em um processo de crescimento, e ressaltou as boas campanhas no Campeonato Paulista e na fase de grupos da Libertadores. “O Corinthians vinha crescendo dentro da competição, tinha a terceira melhor campanha, a melhor campanha do Campeonato Paulista. Hoje, o torcedor está sentido, nós estamos sentido”.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *