Últimas

United vira na prorrogação e iguala recorde do Arsenal na FA Cup

Londres, 21 Mai 2016 (AFP) – O Manchester United sagrou-se campeão da Copa Inglaterra pela 12ª vez da história, igualando o recorde do Arsenal, ao derrotar o Crystal Palace de virada por 2 a 1 neste sábado, em Wembley, numa final emocionante decidida apenas na prorrogação.

O Palace saiu na frente aos 33 minutos do segundo tempo, com um gol de Jason Puncheon, mas o espanhol Juan Mata deixou tudo igual logos aos 36 e o jovem Jesse Lindgard deu o título aos ‘Red Devils’ a dez minutos do fim do tempo extra.

Pouco antes desse gol do atacante de 23 anos, o United ficou com um a menos, com a expulsão do zagueiro Chris Smalling.

O duelo foi a reedição da final de 1990, que também tinha sido eletrizante. A primeira partida terminou empatada em 3 a 3, mas o regulamento da época não previa a disputa da prorrogação.

Por isso foi marcada outra partida, vencida por 1 a 0 pelo United, no primeiro de uma longa série de títulos conquistados pelo lendário técnico escocês Alex Ferguson, que precisou esperar mais de três anos para levantar o primeiro dos seus 38 títulos com o clube.

Alívio de Van GaalO treinador atual, Louis Van Gaal, vive situação semelhante. Sob pressão depois de passar a primeira temporada em branco, o holandês ganhou sobrevida no cargo com a conquista do primeiro grande título desde a saída de ‘Sir Alex’, em 2013.

O time tinha até vencido a Supercopa da Inglaterra pouco depois do escocês David Moyes suceder ao conterrâneo, mas apenas a taça da FA Cup, competição mais antiga do mundo, poderia acalmar a ira do torcedor. O clube não vencia a competição desde 2004.

“É fantástico ganhar um troféu com esse clube, para os torcedores, e também para mim, porque agora posso dizer que ganhei a copa nacional em quatro países (Holanda, Espanha, Alemanha e Inglaterra) e poucos treinadores fizeram isso”, vibrou Van Gaal, conhecido por ter o ego inflado.

“É uma bela publicidade para o futebol inglês. O Crystal Palace está de parabéns. Trabalhamos duro e a nossa determinação nos ajudou a triunfar. Estou encantado, porque sempre adorei assistir essa competição quando era criança”, vibrou o capitão dos ‘Red Devils’, Wayne Rooney, que levantou o troféu da FA Cup pela primeira vez.

O Crystal Palace nunca teve essa honra. Alan Pardew, que comandou os ‘Eagles’ neste sábado, já era atacante do clube do sul de Londres no primeiro vice-campeonato, em 1990.

A torcida do United não foi a única a comemorar. O West Ham também foi beneficiado, já que o time de Manchester liberou uma vaga para o sétimo colocado da Premier League na Liga Europa.

Duas bolas na traveA final deste sábado teve um desfecho emocionante, mas o início foi morno, com pouquíssimas chances de gol no primeiro tempo.

Os comandados de Van Gaal passaram a pressionar mais depois do intervalo com Fellaini e Martial acertando duas bolas na trave, aos 8 e aos 16 da segunda etapa.

Apesar de ser superior na partida, o United foi surpreendido aos 33, quando Puncheon recebeu um longo lançamento de Joel Ward na esquerda da área e fuzilou o goleiro De Gea com um chutaço sem ângulo.

A alegria dos ‘Eagles’ durou pouco. Três minutos depois, Wayne Rooney fez jus a braçadeira de capitão e comandou a virada dos ‘Red Devils’. O camisa 10 arrancou desde o meio de campo, fazendo fila na defesa do Palace, e cruzou rasteio na direção de Fellaini.

O belga ajeitou no peito para Mata, que não perdoou, forçando a prorrogação.

O United ficou numa situação complicada no final do primeiro tempo do tempo extra, com a expulsão de Smalling, que levou o segundo cartão amarelo da partida por uma entrada dura em Bolasie.

Apesar da inferioridade numérica, o clube de Manchester fez valer o peso da camisa e coube a Lindgard se o herói do dia, ao pegar a sobra de uma bola mal afastada por Delaney, aos 5 da segunda etapa da prorrogação.

Um gol decisivo que salvou a temporada do United e deu uma sobrevida a Van Gaal.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *