Últimas

Universidade cria drone com uma única parte móvel

Pesquisadores do Instituto de Sistemas Dinâmicos e Controle da ETH Zurich, na Suíça, desenvolveram o que eles chamam de “a máquina voadora mais mecanicamente simples que existe”. Trata-se do Monospinner, um drone que tem apenas uma única parte móvel: o motor ao qual a hélice é acoplada.

Segundo os pesquisadores, drones com diversas hélices utilizam a soma dos impulsosos gerados por cada hélice para se acelerar, e a diferença dos impulsos para controlar sua orientação. O Monospinner, no entanto, como seu nome indica, possui apenas uma hélice, e pode produzir apenas um único impulso. Mesmo assim, ele pode ser controlado com o uso de um algoritmo mais sofisticado.

Por conta de seu desenho peculiar, o Monospinner não consegue decolar do chão: ele precisa ser ligado e jogado no ar para se manter estável. Alternativamente, ele pode decolar de uma plataforma especial criada pelos pesquisadores (mostrada na figura acima).

Uma vez ativado, no entanto, ele consegue utilizar o seu algoritmo de controle para se manter estável no ar, embora fique girando em torno do próprio eixo. O vídeo abaixo mostra o Monospinner em ação, e também explica (embora em inglês) alguns detalhes por trás de seu design:

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *