Vettel e Kvyat batem de novo e alemão se revolta: 'Não preciso dizer nada'

  • Reprodução

As primeiras curvas do GP da Rússia tiveram mais um round da briga entre Sebastian Vettel e Daniil Kvyat. Os dois, que haviam se tocado na primeira curva do GP da China e brigaram na antessala do pódio em Xangai, se encontraram de novo. Desta vez, o russo bateu duas vezes na Ferrari do alemão, que acabou rodando e saindo da pista.

O primeiro toque foi logo na primeira curva e acabou furando o pneu de Vettel. O alemão tirou o pé na reta seguinte e foi acertado novamente pelo piloto da Red Bull. Mesmo antes de saber de onde vinham os toques, o alemão xingou muito no rádio.

“Nada disso foi necessário. A corrida dura 53 voltas, não uma. Eu estava em quinto, não era ruim. Mas se quem está atrás não freia…”, reclamou o tetracampeão. “Eu vi o replay e não quero acrescentar nada. É só ver o vídeo. Não tinha para onde ir. Acho que eu fiz tudo o que podia, larguei bem e estava passando Ricciardo quando tudo aconteceu.”

Kvyat levou a maior punição existente no regulamento para ser paga durante uma prova, o stop and go de 10s. O russo já estava com a corrida comprometida porque, com os toques, teve de trocar o bico do carro e lutava pelas últimas colocações.

Após terminar a prova na 15ª colocação, Kvyat explicou que “normalmente se faz a curva 3 de pé embaixo, então quando ele desacelerou eu não consegui evitá-lo. Vou aprender com tudo o que aconteceu e conversar com ele cara a cara”.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *