Últimas

A UNE não pode mais ser um puxadinho do PT, diz Feliciano


8/06/2016 – 13:00


Deputado nega querer a extinção da UNE, “queremos a transparência”.




A UNE não pode mais ser um puxadinho do PT, diz Feliciano
A UNE não pode mais ser um puxadinho do PT, diz Feliciano

Nesta semana estava prevista a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende investigar a União Nacional dos Estudantes (UNE). Idealizada pelo deputado Marco Feliciano (PSC/SP), desde que foi anunciada a CPI tem chamada atenção da mídia. A organização estudantil que será investigada promete dias de muitos protestos.

O objetivo da investigação é verificar o uso de dinheiro público pela UNE, incluindo 20 convênios celebrados com o governo e indenizações recebidas pela entidade.

O deputado Feliciano aponta a necessidade de se esclarecer seis pontos, entre eles o repasse de 65 milhões de reais para construção de uma sede luxuosa para a entidade, além de saber como é aplicado o dinheiro arrecadado com a confecção de carteiras estudantis.

Quando apresentou o projeto no Plenário, o pastor disse que a UNE deveria ser chamada de “União Nacional dos Esquerdopatas”.

A presidência da Comissão deve ficar a cargo da deputada federal Cristiane Brasil (PTB/RJ) e a relatoria nas mãos de Feliciano.  Contudo, por conta de uma decisão do presidente interino Waldir Maranhão (PP/MA), seu início foi transferido para a próxima semana.

Na sessão da Câmara dos Deputados de ontem (7), Marco Feliciano esclareceu que o objetivo não é destruir a UNE, mas sim oferecer transparência.

“Uma entidade como essa tem de ser preservada, mas o que vemos hoje é alguém querendo se locupletar”, afirmou. Além de mostrar várias cifras milionárias doadas à UNE, o parlamentar denunciou ainda que existem deputados que receberam doações da entidade, o que é “malversação de dinheiro público”.

“A UNE não pode mais ser um ‘puxadinho’ do PT”, disparou, contando ainda que tem recebido dezenas de correspondências de diretórios acadêmicos de todo o Brasil apoiando a instalação da CPI. “Transparência já”, finalizou.


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook