Agência brasileira abre mão de dois Leões de Cannes após polêmica campanha machista

A campanha da marca da Aspirina, da Bayer, causou revolta nas redes sociais. Foto: Reprodu
A campanha da marca da Aspirina, da Bayer, causou revolta nas redes sociais. Foto: Reproduo/Internet

A agência brasileira AlmapBBDO vai abrir mão de dois dos Leões que ganhou no Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade de 2016. A empresa tomou a decisão de devolver os dois Leões de bronze que recebeu nas categorias Print & Publishing e Outdoor após uma polêmica envolvendo o conteúdo e a veiculação de uma campanha para a multinacional alemã Bayer.

Após figurarem entre os vencedores, os cartazes para o produto Aspirina sofreram críticas pelo conteúdo, considerado machista, com uso de frases como “Calma amor, não estou filmando isso”. Os críticos da peça publicitária argumentaram que esse tipo de mensagem poderia incentivar a gravação não consensual de uma relação sexual.

Em resposta, a AlmapBBDO retirou todas as peças da Bayer da competição de Cannes Lions 2016. Em nota, a agência afirmou que “lamenta que o anúncio da Aspirina, do nosso cliente Bayer, tenha causado constrangimentos e esclarece que não houve a intenção de tratar com indiferença abusos de qualquer natureza”.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook