Alan Kardec marca após três meses, e São Paulo volta a vencer no Morumbi

Com um gol do atacante Alan Kardec, que encerrou um jejum de três meses sem marcar, o São Paulo voltou a vencer no Morumbi ao derrotar o Fluminense por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (29), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o feito, o camisa 14 são-paulino, que jogou somente porque o argentino Calleri cumpriu suspensão, balançou as redes adversárias pela segunda vez no ano. Antes, só havia marcado no empate por 1 a 1 com o Santos, no dia 27 de março, pelo Campeonato Paulista.

De quebra, o São Paulo voltou a vencer em casa após o empate com o Sport e chegou aos 18 pontos, na sétima colocação. Esta foi apenas a terceira vitória em seis jogos como mandante na competição.

O volante João Schmidt anotou o outro gol na vitória são-paulina, que contou ainda com a estreia do peruano Cueva. Cícero, de pênalti, descontou para os visitantes no começo da etapa final.

Agora, antes do primeiro jogo da semifinal da Libertadores, contra o Atlético Nacional, no Morumbi, o São Paulo ainda fará mais um jogo pelo Brasileiro. Enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, no domingo (3), às 16h.

O JOGO

Mesmo com um time misto, o São Paulo se aproveitou da fragilidade ofensiva do Fluminense para dominar totalmente o primeiro tempo.

O gol logo a 1min de João Schmidt, após cobrança rasteira de escanteio, deixou o jogo ainda mais favorável ao time do Morumbi, que recuou depois do 1 a 0 e criou muito mais chances nos contra-ataques.

O estreante Cueva, substituto de Ganso, poupado, fez um bom jogo e armou boas jogadas em velocidade. Mas foi Michel Bastos que criou o lance do segundo gol da equipe, anotado por Alan Kardec, de cabeça, aos 39min.

Logo na volta dos vestiários, Thiago Mendes acertou o travessão em forte chute da entrada da área e passou a impressão de que domínio são-paulino continuaria por todo o segundo tempo.

Porém, o time carioca voltou com duas substituições do intervalo e aumentou a sua presença ofensiva. Aos 7min, conseguiu diminuir o placar com Cícero, em cobrança de pênalti cometido por João Schmidt, que colocou a mão na bola dentro da área.

Preocupado com a melhora dos visitantes, o técnico Bauza promoveu as entradas de Ganso, Ytalo e Matheus Reis. Com isso, o São Paulo conseguiu manter a bola mais no campo de ataque e evitou a pressão dos visitantes.

Aos 32min, Thiago Mendes puxou rápido contragolpe e quase fez o terceiro dos donos da casa, mas finalizou pela linha de fundo na melhor chance antes do apito final.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook