Alemanha cobra R$ 4 mi do zagueiro Breno por ter ateado fogo em casa

Pouco mais de cinco anos após atear fogo em sua própria casa, Breno ainda deve cerca de R$ 4 milhões ao governo alemão.

O jogador são-paulino tem recebido cobranças, por meio de cartas, em nome do Ministério Público local, por causa de um processo que tramita no país.

De acordo com apuração da Folha, ele tem alegado que não tem dinheiro para quitar a dívida. No time do Morumbi, o zagueiro recebe cerca de R$ 80 mil mensais.

Os débitos são referentes ao seguro da casa incendiada, além de serviços de advogados, reparos elétricos e outras despesas menores.

Reprodução
Demonstrativo de dívida do zagueiro Breno
Demonstrativo de dívida do zagueiro Breno

De acordo com a especialista em direito internacional privado Maristela Basso, Breno pode ter problemas para entrar em países da União Europeia se não resolver a dívida.

“A situação é complicada. A hipótese de ele ser barrado é bem grande se ele não começar a resolver esse problema. Como a Alemanha é parte da União Europeia, ele pode ter problema em todos os 27 países que fazem parte dela”, disse a advogada à Folha.

“Falar que não tem dinheiro é uma péssima estratégia, não importa quem é a pessoa. A melhor solução é negociar, fazendo uma proposta de um número de parcelas. Se o governo ficar enfurecido, as consequências podem se agravar, chegando até a um pedido de prisão no limite”, completou.

Com uma lesão no joelho, o zagueiro está afastado dos gramados, após passar por cirurgia. Procurado, não quis comentar sobre o assunto.

O incêndio, em Munique, aconteceu em setembro de 2011. O julgamento sobre o caso foi em julho do ano seguinte, quando ele foi condenado a três anos e nove meses de prisão.

Em meio a uma crise pessoal e profissional, alcoolizado, Breno colocou fogo em sua casa, sem explicação, enquanto estava dentro. Seus familiares chegaram logo depois, quando a propriedade já estava em chamas.

Para a equipe do Corpo de Bombeiros que foi fazer o resgate, o atleta chegou a entregar um isqueiro que estava em seu bolso.

Em janeiro de 2015, após cumprir a pena, o jogador voltou ao Brasil e foi recontratado pelo São Paulo.

Após cirurgia, Breno deve voltar a ficar à disposição do clube apenas em 2017.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook