Alisson diz que teve sorte, mas não admite falha em empate da seleção

O goleiro brasileiro Alisson poderia ter deixado o estádio Rose Bowl, em Pasadena, próximo a Los Angeles, como vilão, mas a arbitragem não viu que a bola não saiu pela linha de fundo em chute do equatoriano Bolaños que entrou.

Brasil e Equador empataram por 0 a 0 na estreia de ambos na Copa América Centenário, neste sábado.

Alisson falhou no lance, que já estava parado, ao jogar a bola para dentro do próprio gol. Ele explicou que ao bater na trave, a bola voltou em seu braço e o atrapalhou. Mas não admitiu a falha.

O lance aconteceu aos 21 minutos do segundo tempo. Bolaños recebeu a bola em velocidade na esquerda e a alcançou. No cruzamento, o goleiro brasileiro não conseguiu evitar que a bola entrasse, mas o árbitro auxiliar chileno Carlos Astroza havia marcado a saída pela lateral. O lance era difícil, mas as imagens da TV mostraram o erro.

“Não tem bola fácil. Quando o goleiro faz uma grande defesa e a jogada já estava parada por impedimento, ninguém fala nada”, disse o arqueiro de 23 anos, que recentemente deixou o Inter para a Roma, da Itália.

Titular da seleção desde outubro de 2015, na vaga de Jeferson, essa seria sua primeira falha. Ele diz que na hora do lance achou que a bola saiu, mas depois vendo pela TV ficou na dúvida.

“Tive sorte que o juiz marcou. É um lance difícil, tem imagem de TV que parece que saiu de campo, outra que não”, disse Alisson.

A PARTIDA

O time de Dunga tocou a bola com qualidade em alguns momentos, criou chances, com Coutinho, as ao mesmo tempo ficou exposto no contra-ataque -os equatorianos tiveram ao menos quatro chances de chegar sozinhos na frente de Alisson, mas falhavam no passe final.

Depois do jogo, o treinador avaliou que a seleção brasileira precisa melhorar ofensivamente. O próximo jogo será na quarta (8), contra o Haiti, em Orlando.

O empate sem gols das duas equipes terminou com vaias de torcedores nas arquibancadas. O resultado deixou o Peru isolado na liderança do Grupo B da competição, com três pontos. O Brasil é o segundo colocado.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *