Após demissão, Dunga foge de entrevista na CBF

Demitido da seleção brasileira depois do fracasso na Copa América Centenário, o técnico Dunga preferiu não dar entrevista na sede da CBF, no Rio, nesta terça-feira (14), depois de uma reunião com o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero.

O único que apareceu para falar com a imprensa foi o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, que também foi demitido.

“Estamos tristes pelo momento e de não ter concluído o trabalho, mas feliz pelo trabalho que conseguimos fazer. Saio daqui como sempre saí da seleção. Eu me considero um vencedor, um cara que trabalha para vencer. Mesmo fora, vou estar torcendo”, disse Rinaldi.

Julio Cesar Guimaraes – 2.jul.2015/UOL
Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF
Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF

O ex-coordenador de seleções afirmou ainda que a conversa com Del Nero aconteceu em bom tom.

“Ele [Del Nero] agradeceu o nosso trabalho, empenho, sabe da nossa seriedade e respeito. É uma decisão que ele teve que tomar. Tem o direito, pois é o presidente. Não estou magoado. Eu agradeço pela oportunidade que ele me deu”, afirmou.

O ex-coordenador de seleções disse que tem em mãos uma lista com 93 jogadores para a Olimpíada de 2016, no Rio, e que vai passar tudo para o novo técnico da equipe, que deve ser Tite, atualmente no Corinthians.

A pré-lista com 35 jogadores para os Jogos tem que ser entregue até esta quarta-feira (15).

Cronologia do Dunga


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook