Argentina 0 (2) x (4) 0 Chile: Messi perde pênalti e Albiceleste perde título novo para a Roja

Chile repete edição passada da Copa América e vence a Argentina na disputa por pênaltis. La Roja é bicampeã com erro de Messi em cobrança. Árbitro Heber Roberto Lopes expulsa do…

Bravo! A palavra pode se referir ao goleiro ou ao momento da Seleção Chilena, bicampeã da Copa América. La Roja venceu a Argentina na decisão da edição centenária do torneio na noite deste domingo (26), no MetLife Stadium, em New Jersey, nos Estados Unidos. Após o empate por 0 a 0, os comandados de Antonio Pizzi faturaram a competição na disputa de pênaltis. A decisão ficou 4 a 2 para a equipe.


Seleção Chilena celebra bicampeonato da Copa América (Foto: Getty Images)

A finalíssima da competição foi muito parecida com a do ano passado, disputada na América do Sul, e endossa o jejum de 23 anos da Albiceleste. O último título do time foi em 1993, quando venceu o México, em uma decisão da Copa América.

Expulsões, cartão por simulação e craque jogando no sacrifício. A finalíssima da Copa América Centenário teve todos os ingredientes de um grande jogo. O personagem do primeiro tempo, por incrível que pareça, foi um brasileiro. O árbitro Héber Roberto Lopes foi o responsável por aplicar amarelo em Messi por simulação e expulsar Marcelo Díaz, do Chile, e Marcos Rojo, da Argentina. A sua atuação nos 45 minutos iniciais foi alvo de muitas reclamações.

Com a bola no pé, os que deveriam ser protagonistas pouco acrescentaram. Gonzalo Higuaín chamou a atenção em uma situação. Após roubar a bola do defensor, tentou deslocar Claudio Bravo, mas novamente desperdiçou uma ótima oportunidade de balançar a rede. Ángel Di María, recém-recuperado de uma lesão na coxa direita, não permaneceu em campo por muito tempo e foi substituído por Kranevitter, no início da etapa complementar.


(Foto: Getty Images)

Na prorrogação, a expectativa foi novamente de bom futebol, mas o que se viu foi um jogo apático. Ambas as equipes tiveram dificuldades para criar oportunidades e a vitória ficou longe do estádio de New Jersey. Alexis Sánchez e Vargas, pelo Chile, tiveram boas chances. Pelo lado da Argentina, somente Agüero desperdiçou uma oportunidade.


(Foto: Getty Images)

A Roja venceu a disputa de pênalti. Arturo Vidal teve a finalização defendida por Sergio Romero. Lionel Messi mandou a sua cobrança para fora. Lucas Biglia errou o quarto pênalti cobrado pela equipe comandada por Gerardo Martino. A finalização do volante foi defendida pelo goleiro Claudio Bravo. Como os demais não erraram – Francisco Silva cobrou o pênalti decisivo –, o Chile faturou o troféu.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook