Últimas

Artista cria joias incríveis inspiradas em floresta mágica

Já imaginou como seriam as joias fabricadas em uma floresta mágica? A artista Cheryl Lee, da Flórida, dá uma boa ideia em seus acessórios inspirados na natureza.

De pequenas árvores com tronco de cobre a borboletas e criaturas das florestas (incluindo fadas e gnomos) guardados em tubinhos, ela cria acessórios realmente exclusivos.

“O processo de criação é muito especial para mim, e o resultado final acaba sendo maravilhoso. O que é um mundo se não um relacionamento simbiótico não apenas entre a Terra e o mar, mas entre você e eu”, disse a artista ao apresentar os acessórios.

Em sua página no Etsy, ela vende alguns dos penduricalhos por até R$ 750.

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica - Foto: Cheryl Lee

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica – Foto: Cheryl Lee

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica - Foto: Cheryl Lee

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica – Foto: Cheryl Lee

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica - Foto: Cheryl Lee

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica – Foto: Cheryl Lee

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica - Foto: Cheryl Lee

Cheryl Lee, da Flórida, nos EUA, cria joias usando cristais, madeira e outros elementos naturais que parecem ter saído de uma Floresta Mágica – Foto: Cheryl Lee


Fonte: Cenapop.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook