Assim como Messi, Neymar pode ser julgado por corrupção

Promotoria da Espanha acredita que o brasileiro deveria ser indiciado, juntamente com seu pai

Depois de Messi ter de responder á Justiça, agora é a vez de Neymar. A Promotoria Espanhola pretende indiciar o craque brasileiro Neymar, do Barcelona, por corrupção. O crime prevê pena de até dois anos de prisão, além de multas.

Os pais do jogador, Barcelona e Santos, além dos ex-presidentes Sandro Rosell e Odílio Rodrigues, dos clubes espanhol e brasileiro respectivamente, também seriam indiciados. O grupo DIS, que já teve 40% do jogador, teria sido deixado de lado na negociação que levou Ney ao Camp Nou.

(Foto: Getty Images)


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Tá tranquilo… mas não favorável | Confira os gols da Copa América! | Saiba tudo sobre Neymar


O advogado José Perals, do Supremo Tribunal da Espanha, pediu o indiciamento. O valor pago por Neymar poderia ter sigo maior que os € 57,1 milhões relatados, podenco chegar a € 83,3 m. A assessoria de imprensa do camisa 10 do brasil afirma que “a participação da DIS nos direitos econômicos do atleta Neymar Jr. referia-se somente ao contrato mantido com o Santos FC”.

Nota da assessoria:

“As empresas N&N Consultoria e NR Sports e as pessoas físicas citadas não foram notificadas, até então, pela Justiça Espanhola. A partir da notificação, as empresas e pessoas envolvidas prestarão todos os esclarecimentos necessários à Justiça Espanhola, como tem sido feito desde as primeiras acusações proferidas pela DIS, inclusive com a entrega de toda documentação exigida.

Com relação à acusação, gostaríamos de esclarecer que a participação da DIS nos direitos econômicos do atleta Neymar Jr. referia-se somente ao contrato mantido com o Santos FC, e foi integralmente quitado, tendo a DIS apurado lucro de cerca de 290%”.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook