Últimas

Barcelona ofereceu R$ 11,6 milhões para empresa encerrar processo sobre Neymar

O clube catalão é um dos principais alvos do grupo DIS, na tentativa de receber indenização pela transação do craque para o Camp Nou

Na tentativa de fazer o grupo DIS encerrar o processo movido contra o Barcelona, o clube catalão fez uma oferta de 3 milhões de euros (cerca de R$ 11,6 milhões) para o fundo de investimentos, que recusou a proposta.

O grupo DIS, pertencente ao empresário Delcir Sonda, possuía 40% dos direitos econômicos de Neymar no momento da venda do craque brasileiro para o Barcelona, em 2013.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Neymar sai da “sombra” de Messi? | Neymar se arrepende | “Caso Neymar” divide o Barcelona


Quando a negociação foi sacramentada o fundo de investimentos recebeu cerca de €6 milhões, valor referente aos €17 milhões pagos pelo Barça ao Santos. O problema foi que, depois, os catalães admitiram que o valor total do negócio foi de €86,2 milhões.

Sentindo-se prejudicado, o DIS entrou na Justiça e cobra uma indenização de mais de €30 milhões (cerca de R$116 milhões), além de ter acusado Barcelona, Santos, Neymar e sua família de fraude.

Na última quarta-feira (15), advogados do grupo DIS requisitaram junto à Audiência Nacional Espanhola – órgão semelhante ao Ministério Público – a abertura de um processo também contra Sandro Rosell, presidente do Barcelona quando Neymar foi contratado, e Josep María Bartomeu, atual mandatário. A decisão do juiz deve sair nas próximas semanas.

Bartomeu, que assumiu o cargo em primeiro lugar após a renúncia de Rosell – pouco depois do “Caso Neymar” explodir – é considerado pela DIS o principal interlocutor da fraude, por ter assinado a maioria dos contratos entre as partes nas negociações. 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook