Últimas

Bebê olímpico

Olha que gracinha, está quase andando. Um passinho de cada vez, meio bambo. Tem pernas fortes, postura firme. Logo, logo, vai sair por aí correndo. Tem pinta de velocista. Certeza. Vive segurando a gola da blusa do pai, já ficou toda desbeiçada. Segura na perna da calça com força para ficar em pé. Pegada de judoca. Que nada, ele só quer mesmo é um apoio para escalar o sofá. Personalidade aventureira. Vai ser o alpinista mais jovem a chegar ao topo do monte Everest. E sem oxigênio! Viu como gosta de ficar na banheira, brincando com a água, batendo as perninhas? Melhor ligar já para a escolinha de natação. Vai ser nadador. E quando se joga arqueando o corpo e botando a cabeça para trás? Tem atleta olímpico que não consegue fazer uma saída tão perfeita na piscina. Vai ser especialista no nado costas. Puxou o pai. Só espero que goste de treinar na água fria –o pai não gostava nem um pouco. Imagine, ele se joga assim porque gosta de saltar. Está sempre pulando. Gosta de altura. Espere até subir no topo de uma plataforma. Vai fazer saltos ornamentais. Ou ginástica, né? Com toda a força que tem naquelas pernas, fará o melhor duplo twist carpado de todos os tempos e desbancará o Diego Hypólito nas provas de solo. Mas os braços são fortes também, já notou? E ele adora se pendurar na alavanca da janela. Vai ser craque nas argolas e deixar o Zanetti no chinelo. Pare de olhar para as qualidades separadas: se juntar a força com o equilíbrio e a velocidade, dá até pra fazer salto com vara. Melhor: com tantas características atléticas, pode ser recordista mundial do decatlo. Não, vai ser alto, perfeito para o basquete. Já viu como o cabelinho dele parece com o do Stephen Curry? Vai jogar na NBA e ser MVP, batata! Isso se o Bernardinho não o encontrar primeiro. Imagine se em vez de dar aqueles tapas na porta ou na parede, acordando os vizinhos, tentar umas cortadas na quadra. Cortada? Você ainda não viu os chutes na hora de trocar a fralda. Se acertar uma bola, se cuida, Neymar! É muito agitado, só vai acalmar fazendo taekwondo, dando uns giros e gritando. Precisa queimar tanta energia. Mas já reparou que ele sempre aperta o botão do cavalo naquele brinquedo em que os bichinhos emitem sons. Vai gostar de hipismo. Melhor começar uma poupança, cavalos custam muito caro. Sempre quer sentar no triciclo para passear. Quando aprender a andar de bicicleta sem rodinhas, ninguém segura. Vai ser ciclista. E com aquelas coxinhas roliças, ganha a Volta da França sem precisar fazer muita força. Vencendo nas montanhas, claro! Lance Armstrong vai parecer amador. Mas do jeito que gosta de ficar rodopiando, é capaz de preferir o velódromo. E quando olha por um buraquinho para ver o que está do outro lado? Quanto menor, melhor. É bom de mira. Pode investir no tiro com arco. Ele é muito concentrado, percebe cada coisa que acontece à sua volta, está sempre olhando o movimento de quem vai e vem, calcula cada uma de suas ações com muito cuidado. Vai domar os ventos e o mar sem problemas se você colocá-lo em um barco.

Filho, você pode ser tudo isso. E também pode ser qualquer outra coisa que quiser. Eu? Eu só quero ser sua mãe.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook