Blatter diz que gostaria de ter Messi como genro e volta a comparar o argentino a CR7

O ex-presidente da Fifa também revelou que o craque do Barcelona estava inconsolável após o vice na Copa do Mundo de 2014

Se a escolha de Lionel Messi como melhor jogador da Copa do Mundo de 2014 deixou vários torcedores de futebol frustrados, discordando da escolha, o próprio craque não ficou tão feliz com a escolha. Afinal de contas, de que adianta ser escolhido o melhor se o seu time não levou o troféu?


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Euro 2016 não é a última chance de CR7 | A superstição de Messi | “Messi tem bom coração”


Em entrevista ao La Nación, o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter – afastado após os escândalos de corrupção na entidade – revelou que o camisa 10 estava inconsolável: “Messi falava sozinho quando perdeu a Copa do Mundo”, lembrou o suíço.

Blatter, que em 2013 teceu críticas públicas a Cristiano Ronaldo, voltou a afirmar que o português não está no mesmo nível do argentino: “Não dá para comparar com Leo Messi. É claro que Messi é melhor! E também é o genro ideal. Eu gostava muito de conversar com ele, é um bom garoto”, sentenciou, antes de criticar a escolha de Maradona como treinador da Argentina na Copa do Mundo de 2010.

“Contratar Maradona como treinador da seleção foi um erro de Grondona. Ele se inclinou para a imprensa, que desejava ele, mas o bom foi que Maradona beijava todos os que entravam e saíam do gramado”, concluiu.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook