Últimas

Brasileiros lamentam ausência de Kaká em jogo em Orlando: "Aqui, ele é o cara"

Warllington e Welder moram na Flórida e comemoram chance de ver a Seleção de perto

A presença da Seleção Brasileira em Orlando para a Copa América Centenário é vista com grande empolgação pela comunidade brasileira, presente em peso no estado mais ‘tropical’ dos Estados Unidos. É o caso dos brasileiros Warllington Machado e Welder Silva, que moram na cidade há 8 e 10 anos, respectivamente, e aproveitaram a chance para ver de perto o time do técnico Dunga na competição.

Por outro lado, os dois também lamentam a ausência de Kaká, astro do Orlando City, da Major League Soccer, no grupo brasileiro – o jogador ex-São Paulo acabou se lesionando na semana final de preparação na América do Norte e acabou se juntando à fila dos cortados do elenco.

“Aqui, ele é o cara, o cabeça do time”, disse Welder, o empreendedor. “Tem até o Júlio Baptista agora, que é uma estrela, mas ele como um cara experiente, inteligente, é o diferencial da equipe”.

A dupla de amigos comparece com frequência aos jogos do time de Orlando, que tem um brasileiro como sócio e está, inclusive, construindo uma nova casa a algumas quadras do Camping World Stadium. Welder, aliás, desembolsou os mais de 300 dólares para acompanhar o time ao longo de 20 partidas da temporada do ‘soccer’, e foi a Miami assistir à partida mais recente da equipe na Flórida – em 2013, num amistoso contra a seleção de Honduras.

Hoje, porém, eles esperam uma vitória “modesta” da Seleção de Dunga frente ao frágil adversário – 3 a 0 e 3 a 1 foram suas apostas – e que o time, infelizmente, não irá muito longe na competição.

“Olha, o time não vem muito bem, não mostra um bom nível. Até acho o Dunga um cara que entende muito de futebol, mas outras coisas acabam atrapalhando seu trabalho”, lamentou Warllington, um gerente de projetos para uma empresa local. “Acredito que a equipe irá até o meio do caminho, nas quartas, talvez nas semis.”

Vencendo hoje, a Seleção chegará à rodada final brigando pela liderança no Grupo B, provalvemente com o Peru, para ter alguma vantagem nas quartas-de-final.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook