Últimas

C. Ronaldo apareceu em jogaço, mas Ibra deu adeus: resumo da quarta-feira na Eurocopa

Português fez dois gols no melhor jogo do torneio até agora, mas o sueco passou em branco e se despediu da seleção sueca com derrota

A fase de grupos da Eurocopa foi encerrada com os mesmos elementos que têm agitado o torneio até aqui: zebras e gol no fim. O diferencial desta quarta-feira foram as presenças de dois craques mundiais que tiveram atuações bem diferentes. Cristiano Ronaldo brilhou no melhor jogo do dia, enquanto Ibrahimovic teve outra atuação sofrível em sua última partida pela seleção sueca. 


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Veja confrontos das oitavas | Cadê o Lewandowski? | Euro terá campeão inédito?



SHOW DOS SETES


Depois de decepcionar em dois jogos e até dar um chilique lamentável contra um jornalista, Cristiano Ronaldo finalmente voltou a fazer o que sabe: com dois gols, ajudou Portugal a empatar com a Hungria por 2 a 2 e assim avançar para a próxima fase.

Isso lhe rendeu um novo recorde: agora ele é o primeiro jogador a fazer quatro gols em quatro edições da Eurocopa. Além disso, é o segundo maior artilheiro da história do torneio, com oito gols. Platini tem nove e agora pode ser alcançado no jogo de Portugal contra Croácia, pelas oitavas de final.


Dzsudzsák foi o segundo melhor protagonista do jogo (Foto: Getty Images)

A Hungria também teve um camisa 7 decisivo na partida: o capitão Dzsudzsák jogou bem e fez dois gols, contando com um pouco de sorte, pois os chutes foram desviados no meio do caminho, o que enganou o goleiro Rui Patricio. A Hungria enfrentará a Bélgica nas oitavas.


MAIS GOL NO FIM



Islândia está invicta na Eurocopa (Foto: Getty Images)

A Islândia já estava contente com o empate por 1 a 1 com a Áustria e só tentava se defender de todas formas no final do jogo. Mas após um cruzamento na área, surgiu a chance de um contra-ataque e saiu mais um gol no final da partida. Foi o 15º gol dessa Eurocopa que saiu após os 40 minutos de jogo e serviu para colocar a Islândia diante da Inglaterra na próxima fase.

A Áustria, que teve um pênalti desperdiçado por Dragovic, terminou como uma das grandes decepções da Eurocopa e mostrou mais uma vez que os critérios do ranking da Fifa são questionáveis. O time está em 10º lugar, mas não conseguiu sequer passar da primeira fase na Eurocopa, em um grupo com Portugal (8º), Hungria (20º) e Islândia (28º).


“LIONEL WESSI”


A Itália já estava classificada como primeiro lugar do grupo, então resolveu poupar quase todos seus titulares. E mesmo assim teria conseguido um empate se não fosse por “Lionel Wessi”. 


Wes brilhou no jogo da Irlanda contra a Suécia (Foto: Getty Images)

Quem tem esse apelido curioso é Wes Hoolahan, chamado assim pela torcida do Nowrich City. Nesta quarta, ele saiu do banco de reservas aos 31min, perdeu uma grande chance de gol, mas se redimiu em seguida, com um cruzamento perfeito para Brady marcar o gol da vitória irlandesa. Pelo menos hoje ele honrou o apelido.

Claro que Itália e Irlanda merecem fazer a festa, mas já podem se preocupar também: a Azzurra vai enfrentar a Espanha nas oitavas de final, em confronto que reedita a final da Eurocopa de 2012; e a Irlanda vai enfrentar a França, em confronto que reedita um jogo polêmico – nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, Henry tocou com a bola na mão antes de Gallas fazer um gol decisivo que tirou a Irlanda do Mundial. É a chance da vingança, ainda que com circunstâncias muito diferentes e cruéis.


ADEUS, IBRA



Acabou a Eurocopa para Ibra (Foto: Getty Images)

Ibrahimovic estreou na seleção sueca em 2001 e se despediu dela nesta quarta-feira. Assim como nesses 15 anos, o atacante sofreu pela falta de boa companhia, mas também não conseguiu se destacar quando recebeu bem a bola. Só fez um voleio bonito, mas a Bélgica venceu por 1 a 0, com golaço de Naingollan.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook