Últimas

Cissa Guimarães fala da boa forma aos 59 e admite botox: 'Senhora digna'

Cissa Guimarães (Foto: Anderson Barros/EGO)Cissa Guimarães posa no cenário da peça “Doidas e Santas”, que já foi vista por mais de 300 mil pessoas e acaba de reestrear no Teatro Sesi, no Centro do Rio (Foto: Anderson Barros/EGO)

Cissa Guimarães está de volta aos palcos do Rio com “Doidas e Santas”, peça que estreou há seis anos e já foi vista por mais de 300 mil pessoas. “Adoraria que isso fosse uma coisa habitual, que todos os espetáculos ficassem mais tempo em cartaz. Me sinto tão abeonçoada. Tudo meu é hashtag gratidão”, brinca a atriz, que recebeu o EGO no Teatro Sesi, no Centro da cidade, onde fará temporada de um mês.

Ela concilia a peça com as gravações do programa “É de Casa” e volta e meia do “Mais Você“, quando substitui Ana Maria Braga junto com André Marques. “Deixei de ser a garota que quebra o coco e não arrebenta a sapucaia para ser garota de programa aos 50 e tantos anos (risos). Adoro ser apresentadora, curto muito a coisa do ao vivo, que é um desafio que me excita. Minha rotina fica muito agitada, não tem espaço para mais nada”, conta ela, que tem 59 anos.

‘Nunca fiz plástica’
Cheia de gás, Cissa costuma sair da Gávea, bairro da Zona Sul carioca onde mora há mais de 30 anos, e ir de bicicleta até a praia do Arpoador, onde volta e meia é fotografada por um paparazzo exibindo sua ótima forma. “De vez em quando saio horrorosa nas fotos, não sou mais uma criança. Na hora que vejo digo: ‘C…!’. Mas não me chateio. Acho que estou legal, mas claro que minha pele não é a mesma, tenho rugas. E é isso”, afirma.

Cissa Guimarães (Foto: Anderson Barros/EGO)Cissa Guimarães agoradivide a rotina entre as
gravações do programa “É de casa” e a peça

“Nunca fiz plástica, apesar de não ser nada contra. Já pensei várias vezes, mas morro de medo. Aplico botox de vez em quando, mas ainda mexo tudo no rosto (risos). Sou vaidosa, no sentido de me cuidar, mas para me manter digna, digamos assim. Uma senhora digna. Não para me mudar e ter essa luta inglória e derrotada contra o tempo que é soberano, é rei. O tempo é meu parceiro, quem sou eu para entrar em algum tipo de luta contra ele? O tempo só pode me ajudar. Ele ameniza minha dor, me ensina, me envelhece, me amadurece. Depois de tudo que me aconteceu, meus valores são outros”, diz, referindo-se à morte do filho mais novo, Rafael Mascarenhas, seis anos atrás.

Cissa Guimarães (Foto: Anderson Barros/EGO)Cissa Guimarães faz orações no palco antes de
encenar a peça “Doidas e Santas”, no Rio

Há cerca de um mês, os envolvidos no atropelamento do jovem – Rafael de Souza Bussamra, que dirigia o carro, e seu pai, Roberto Bussamra, que pagou propina a PMs para evitar a prisão do filho – foram condenados a prestar serviços comunitários. Cissa, é claro, ficou estarrecida com a pena e já entrou com recurso. “Passei dois dias doente, vomitando. Fiquei muito mal. Serviço comunitário e cesta básica é nada. Mas não sinto revolta, sinto tristeza e medo. Aprendemos que matar e oferecer dinheiro para não ir preso não é tão grave. Isso me dá um medo absurdo. Meu apelo não é só em relação à mudança no código penal e nas leis de trânsito, mas aos pais. Olhem para os seus filhos, porque não tem lei que eduque gente, que crie filho”.

‘Não peço nada para meus filhos na TV Globo’
Cissa diz que só agora tem tido prazer em ficar em casa sozinha, desde a morte de Rafael. “Sou meio porra-louca, inquieta, animada. Então estou me reeducando, ficando mais caseira. É uma Cissa mais madura, mais interiorizada, que é muito bom, estou adorando. Até porque já não sou mais uma menininha, mas uma jovem senhora. Às vezes fico em silêncio, botando as ideias em ordem, dando uma arrumada na minha casa. Faço umas pausas, medito. Não esperava ficar sozinha, foi uma coisa forçada e dolorosa, demorei muito tempo a me habituar com isso”, diz ela, mãe também de Thomaz, que é cenógrafo, e João Velho, ator.

Cissa Guimarães com o elenco e equipe da peça Doidas e Santas (Foto: Anderson Barros/EGO)Cissa Guimarães com o elenco e equipe da peça
“Doidas e Santas” (Foto: Anderson Barros/EGO)

João, aliás, recentemente fez um post no Facebook no qual pedia uma oportunidade de trabalho. “Tenho muito orgulho e admiração pelos meus filhos. Nunca me pediram nada. São homens que têm seus trabalhos por mérito deles. Dei educação, formei gente e caráter. Isso eu fiz. Mas não peço nada para eles na TV Globo. Thomaz é cenógrafo porque pegou o trabalho dele e levou um dia na Globo sem eu saber de nada. Trabalha agora com o Luiz Fernando Carvalho (diretor) na cenografia de ‘Velho Chico’. E João é esse ator lindo, que adora teatro, está encenando uma peça agora. Fico emocionada porque a primeira pessoa para quem ele liga até hoje quando passa em um teste sou eu”.

E depois de três casamentos, a atriz só quer saber de namorar. “Passei quase que a minha vida inteira casada. Morar no mesmo teto, acho que não tem mais espaço para mim, não. Mas estou começando a pensar em ter um companheiro. Adoro namorar, sou uma jovem senhora animada (risos). Tenho uma libido, curto”, conta. “Apesar de tudo, tenho pacto com a alegria e felicidade. Nunca mais vou ser 100% feliz, mas vou lutar para ter maus 70, 80%”.

Cissa Guimarães (Foto: Anderson Barros/EGO)“O tempo só pode me ajudar. Ele ameniza minha dor, me ensina, me envelhece, me amadurece”, diz Cissa Guimarães (Foto: Anderson Barros/EGO)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *