Confira fotos e vídeos de casamento bancado com desvio da Lei Rouanet


A Operação Boca Livre deflagrada na manhã desta terça-feira pela Polícia Federal envolve desvio de recursos estimados em R$ 180 milhões. As investigação cita o Ministério da Cultura, as empresas Bellini Eventos Culturais, Scania, KPMG e o escritório de advocacia Demarest, Roldão, Intermedica Notre Dame, Laboratório Cristalia, Lojas 100, Nycomed Produtos Farmacêuticos e Cecil.

Entre os casos apurados está o casamento do filho do empresário Antonio Carlos Bellini Amorim, do Grupo Bellini, em Jurerê Internacional, em 25 de maio deste ano, que seria um dos eventos bancados com verbas da Lei Rouanet. Em dois vídeos sobre o evento, divulgados em redes sociais, um no dia anterior ao casamento e outro na cerimônia, é possível ver os convidados com taças de bebidas.

De acordo com a Polícia Federal, o casamento bancado com recursos da Lei Rouanet aconteceu num beach club na badalada praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis, em Santa Catarina. O evento teve como atração principal um show do cantor sertanejo Leo Rodriguez e durou um final de semana inteiro.

A festa de Felipe Amorim e Caroline Monteiro ocorreu no dia 25 de maio de 2016 no 300 Beach Club, um espaço de frente para a praia.

A PF chegou a anexar ao inquérito um vídeo da festa. Nas imagens, editadas como um vídeo clipe, os convidados aparecem bebendo espumante no gargalo e dançando. Em outro vídeo do evento, publicado na página do Facebook da noiva, as imagens mostram os convidados, um dia antes da cerimônia, na piscina. Na internet, o 300 Beach Club é “descrito com uma balada chique com comida fina”.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook