Últimas

Corintiano Yago é condenado por doping, mas já está liberado para jogar

O zagueiro Yago, do Corinthians, foi condenado nesta segunda-feira (6) pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) e suspenso por 30 dias por conta do doping contra o Santos, no Campeonato Paulista. Porém, já está liberado para jogar, já que a pena conta a partir do dia 10 de maio, quando ele recebeu suspensão preventiva.

Com isso, o defensor vira opção para Tite já para o clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo (12), no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Se ele jogar, será sua estreia na competição —o último jogo de Yago foi em 27 de abril, na eliminação do Corinthians na Libertadores para o Nacional-URU.

O relator do processo no TJD, Luiz Roberto, disse que houve negligência do atleta no caso e votou por uma suspensão de seis meses, mas apenas um membro da corte, Leandro Silva, acompanhou seu voto. Os outros dois membros, Samuel de Abreu e Rodnei Jericó, optaram por 30 dias. Como houve empate, prevaleceu a pena mais branda.

O jogador foi pego em exame antidoping feito após duelo contra o Santos, em 6 de março, pelo Paulista. Foi detectada a substância betametasona, parte de um medicamento anti-inflamatório usado no joelho do atleta.

O Corinthians admitiu o uso da substância, mas argumentou que a aplicação intra-articular, como foi feita em Yago, é permitida pela Wada (Agência Mundial Antidopagem). A agência proíbe apenas as aplicações via oral, intramuscular, intravenosa e retal. Porém, o tribunal não votou pela absolvição, como o clube esperava.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook