Últimas

Cristina Pereira, a Fedora de 'Sassaricando', elogia Tatá Werneck

Tata Werneck e Cristina Pereira (Foto: João Miguel Junior / Globo - Memória Globo )Tata Werneck em “Haja Coração ” e Cristina Pereira em “Sassaricando”, em 1987 (Foto: João Miguel Junior / Globo – Memória Globo )

Cristina Pereira, que viveu a Fedora da novela “Sassaricando” em 1987, está encantada com a interpretação de Tatá Werneck em “Haja Coração”. Na atual trama, uma releitura da trama de Silvio de Abreu escrita há 21 anos, a Fedora de Tatá vem arrancado elogios por sua performance. Já Cristina, hoje com 66 anos, ainda é reconhecida nas ruas pela personagem, que, na época, fazia par romântico com o ator Diogo Vilela, que vivia o Leonardo.

Para a veterana, Tatá conseguiu dar à sua Fedora um ar humanizado, diferente da personagem que ela viveu nos anos 80. “Tatá é uma comediante muito inteligente. Ela faz uma Fedora romanceada e humanizada. Acho a sua roupa espetacular, dá um ar cômico e humano ao mesmo tempo. Tatá está de parabéns! Está dando um show”, elogia Cristina.

A atriz lembra que quando interpretou a Fedora, a personagem tinha um “desenho forte e até parecia um cartoon”. “Era um desenho bem forte. Tatá trouxe a personagem mais para o hoje, está mais moderna. Eu, que já era uma admiradora do seu trabalho, estou ainda mais encantada. Não perco a novela!”, disse.

A Tancinha, vivida por Mariana Ximenes em “Haja Coração” e que foi interpretada por Claudia Raia em “Sassaricando”, também mereceu elogio de Cristina. “Estou gostando de todos os atores. Mariana como Tancinha está ótima! Todos estão dando um ritmo ótimo para a história.”

Sem nenhum projeto atual nas telinhas, Cristina aproveita para preparar sua volta ao teatro no ano que vem. Ao lado da produtora do espetáculo, ela reescreve a peça “Tantam”, em que atuou no ano de 1994. “A produtora me convenceu a voltar a encená-la por ter muito a ver com o momento político em que vivemos. Devemos estreá-la no ano que vem.”

No dia a dia a atriz, que mora em São Cristovão, Zona Norte do Rio, curte o neto, Augusto, de 4 anos. “Moramos todos juntos: eu, meus dois filhos e meu neto. Aqui em casa é assim, tudo misturado”, diz ela.


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook