Últimas

Dani Alves ou Cafu: qual é o melhor lateral-direito?

Opinião: Vitoriosos, gigantes do futebol e de personalidades diferentes, eles foram os melhores laterais dos últimos anos na direita. É possível dizer quem foi o melhor?


GOAL Por Tauan Ambrosio 


O futebol gera, dentre infinitas coisas, polêmicas. Pelé ou Garrincha? Maradona ou Zico? Messi ou Cristiano Ronaldo?  Comparações que rendem discussões quentes, porém deliciosas, para o fã do maior e mais popular dos esportes. Outro dia, em roda de amigos, o tema dominante foi a comparação entre Daniel Alves e Cafu.

Os dois melhores na lateral-direita das últimas duas décadas, com certeza. Gigante históricos naquela faixa de campo. Mas qual deles foi melhor? Na busca por terminar a discussão com o seu candidato preferido vitorioso, muita gente se perde em alguns argumentos. Cafu conseguia equilibrar mais as subidas e descidas; Dani Alves, apesar de deixar mais espaços na defesa, sempre foi letal na parte ofensiva do jogo.

Tanto o paulista quanto o baiano somaram uma quantidade invejável de troféus. Contando apenas campeonatos de primeira grandeza, são mais de 40. E não foram só as taças. Elas vieram com atuações decisivas tanto de um quanto de outro. E eles alcançaram feitos importantes não apenas defendendo grandes potências do futebol mundial.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Dani Alves assina com a Juventus | Barça: o melhor lateral direito | Heróis da Copa América


Cafu, por exemplo, ajudou a Roma a ganhar um Campeonato Italiano, dentre os três conquistados em toda história pelos Giallorossi. Dani Alves foi um dos melhores jogadores do Sevilla no primeiro bicampeonato de Europa League do clube. Com a camisa do Milan, o defensor nascido em São Paulo jogou demais e conquistou uma Champions League e outro Campeonato Italiano. Foram as suas principais taças enquanto rubro-negro.

Já Dani Alves tornou-se o maior jogador de sua posição em toda a história do Barcelona, clube que vai deixar após oito temporadas para defender a Juventus. Foi engrenagem crucial de um dos maiores times de todos os tempos, serviu Messi como ninguém – é, por exemplo, quem mais assistências deu para o argentino. Ajudou a mudar a história do clube catalão, e é venerado nas cercanias do Camp Nou. Isso não é pouca coisa. É um feito e tanto, digno dos maiores craques.

Dentro do futebol europeu, Dani Alves foi melhor do que Cafu. Mais decisivo, de maior peso histórico. Com mais conquistas. Tem tanta importância para o Barcelona quanto Roberto Carlos tem para o Real Madrid. Só que não tem o carisma de Cafu, que apesar de ter jogado muito mais tempo no Brasil está na seleta lista de atletas admirados por todas as torcidas. É o famoso “boa gente”. Ninguém ri das palhaçadas de Daniel Alves. Pelo contrário, criticam, o chamam de marrento. Reflexos de sua personalidade polêmica.

Só que a discussão aqui proposta não é sobre o Daniel Alves da Silva, que nasceu em Juazeiro em 1983, nem sobre Marcos Evangelista de Moraes.

(Foto: Pedro Ugarte/AFP/Getty Images)

Cafu é um símbolo de esforço, dedicação e foco. Foi rejeitado em nove peneiras no início dos anos 1990, mas quando começou a dar certo não parou mais. Telê Santana explorou muito bem o seu fôlego de menino no time do São Paulo bicampeão da Libertadores e Mundial Interclubes. Teve muito sucesso na Europa, mas o que fez dele um imortal foi a Seleção Brasileira. Jogador que mais finais de Copa do Mundo disputou (3), foi campeão em 1994 e capitão do título em 2002. É o ponto máximo do futebol.

Particularmente, considero Cafu um lateral mais completo quando falamos estritamente da posição. Daniel Alves é mais espetacular. O equilíbrio de forças é o que torna a discussão tão polêmica. A solução, é definir as comparações e chegar a um veredicto final: Dani Alves é o maior lateral-direito quando o assunto é o futebol europeu, Cafu vence quando falamos em futebol jogado no Brasil e pelo Brasil. Cada um com o seu lugar garantido na história, gigantes do futebol brasileiro.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *