Últimas

Diante da onda de violência, prefeito de Boca da Mata cobra reforço na segurança

O prefeito da cidade de Boca da Mata, Gustavo Feijó, reagiu à onda de violência no município. Segundo o gestor municipal, conversas foram realizadas com o secretário de Segurança Pública e o governador do Estado para investigar os homicídios dos últimos dias e os vídeos publicados por supostos criminosos fazendo novas ameaças para moradores da cidade.`

“Assim que recebi os vídeos entrei em contato com o secretário, Coronel Lima Junior, e o governador Renan Filho. Como prefeito de Boca da Mata, passei toda a situação e as autoridades competentes irão apurar estas situações”, afirmou o gestor municipal.

Feijó, que também é vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), está nos Estados Unidos juntamente com a seleção, que disputa a Copa América do Centenário. No entanto, o prefeito afirmou ter conhecimento de alguns casos de violência e que tem acompanhado de perto.

“Lógico que a gente fica preocupado com esta situação, mas a Polícia Civil é que está acompanhando a investigação de alguns crimes que aconteceram. Tenho conhecimento que alguns homicídios que aconteceram, por envolvimento com tráfico de drogas, mas só a polícia vai confirmar isso”, disse.

Sobre os vídeos divulgados, o prefeito afirmou que seja uma afirmação séria ou brincadeira, os responsáveis devem ser punidos. Em vídeos, homens encapuzados afirmavam que 16 outros criminosos estavam numa lista para serem mortos, sendo que oito já foram assassinados e a busca continuaria para executar os demais.

Ainda de acordo com o prefeito, o efetivo de segurança pública no município é pequeno, com três policiais militares e dois civis.

 

Por Paulo Chancey Junior

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook