Últimas

Elias é o único da seleção que admite ter lembrado do 7 a 1 da Copa

Elias já estava no banco de reservas quando o Brasil fez o sétimo gol e completou o 7 a 1 na vitória sobre o Haiti, nesta quarta (8), em Orlando, pela Copa América Centenário.

“Eu estava ali, e quando fez o gol eu sabia que vocês [jornalistas] fariam piadinha. A gente lembra, não tem como [não lembrar]. Espero que apague um pouquinho, apesar de ser contra um adversário considerado mais fraco”, disse o volante do Corinthians.

A vitória sobre o frágil Haiti, número 74 no ranking Fifa, gerou piadas em redes sociais porque fazia alusão ao 7 a 1 que o Brasil sofreu para a Alemanha na semifinal da Copa-2014, na maior derrota da história da seleção.

Dos jogadores que pararam para conversar com os jornalistas após a partida, cerca de dez dos 23 convocados, somente Elias admitiu ter lembrado do 7 a 1 de 2014 após o sétimo gol nesta quarta.

“Não, não [não lembrou do 7 a 1], não lembrei de nada. Se o Elias lembrou, é problema dele [risos]”, disse Willian, um dos dois jogadores desta delegação que atuaram no massacre sofrido para a Alemanha — o outro foi Hulk, que não entrou em campo frente o Haiti.

Daniel Alves estava na goleada para a Alemanha, mas ficou no banco e não entrou em campo.

“Não dá para comparar, é outra situação. Todos sofremos com aquele resultado, estamos tentando voltar a alegria para os torcedores, para quem gosta da seleção”, disse Daniel Alves.

O atacante Gabriel, autor de um dos gols no 7 a 1, desdenhou da comparação.

“Não tenho que pensar na Alemanha, goleamos o Haiti. Sou brasileiro”, disse.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook