Últimas

Em caravana pelo NE, Dilma vem defender cargo no Recife

O discurso de Dilma ser
O discurso de Dilma ser voltado ao protagonismo das mulheres e defesa da democracia Foto: Reproduo/Facebook

Quarenta e dois dias após sua última visita ao estado, ainda na condição de presidente titular, Dilma Rousseff (PT) desembarca hoje no Recife. Em avião fretado pela coordenação nacional da Frente Brasil Popular, ela chega ao estado por volta do meio-dia, encerrando a “caravana” que fez pelo Nordeste nesta semana – esteve ontem em Salvador e, quarta-feira, em João Pessoa. Assim como tem feito em outras capitais brasileiras, a petista deverá defender o seu retorno definitivo ao cargo e reforçar que está sendo vítima de um golpe. Além disso, o discurso de Dilma será voltado ao protagonismo das mulheres e à defesa da democracia.

 A presidente afastada desembarcará na Base Aérea do Recife e seguirá direto para a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde participará de um encontro com docentes, técnicos e estudantes de instituições de pesquisa do estado. O evento, coordenado pelo Coletivo da Democracia, acontecerá às 13h no auditório do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA).

A outra agenda de Dilma será no Pátio do Carmo, na região central da capital pernambucana, onde ela discursará a partir das 17h. “O ato será coordenado pela Frente Brasil Popular, especificamente pelo coletivo das mulheres. O destaque que quisemos dar foi o protagonismo das mulheres em defesa da democracia”, comentou o presidente do PT em Pernambuco, Bruno Ribeiro.

“A expectativa é grande porque Pernambuco é um estado que tem um povo que não foge à luta nem vocação para golpista ou fascista”, comentou o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT-PE), Carlos Veras.

CUSTOS
Devido às restrições aplicadas pelo presidente interino Michel Temer (PMDB), a vinda de Dilma ao estado será custeada integralmente pelas organizações que compõem a Frente Brasil Popular. “Todas as despesas, incluindo hotel e deslocamento, estão sendo custeadas pelas entidades. Estamos nos cotizando. Não há nada assumido pela presidência interina”, criticou Bruno Ribeiro, destacando uma equipe do peemedebista que está no Recife para fiscalizar se as condições mínimas de segurança estão sendo cumpridas. “Vieram dois coronéis, três majores e mais uma pessoa. Eles colocam uma série de exigências sob o pretexto da segurança. Se esse fosse o motivo real, ela estaria viajando de avião da FAB (…). Exigem um padrão de Presidência sem um orçamento de Presidência”, queixou-se.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook