Últimas

Em mensagem a campeões de 1986, Maradona critica seleção argentina

O ex-jogador Diego Maradona, 55, disse que a seleção argentina de 1986, bicampeã mundial no México, não é reconhecida em seu país e fez críticas ao atual time, que não ganha um título desde 1993.

Em áudio (veja abaixo) enviado para o WhatsApp do grupo dos campeões mundiais de 1986, segundo o jornal argentino “Olé”, Maradona ressalta que a equipe que jogou a Copa do México bateu a Alemanha na final, enquanto o time que é comandado pelo técnico Gerardo Martino não foi capaz de bater o Chile na final Copa América Centenário, no último domingo (26).

“Rapazes, aqui fala Diego Maradona, o seu capitão. Me parece que o que está dizendo Burruchaga é o que nós temos que fazer. Calaram a boca porque nunca nos levaram em conta. Eu tive que ser técnico da seleção para que me dessem um lugar. Mas, quanto aos demais, lembrem-se de Cucciuffo se o Kun Agüero sabe de onde saiu”, disse Maradona no áudio.

Veja vídeo

“Ou onde ou em que gol atacou [o ex-goleiro Nery] Pumpido… Ah, em que gol? Não atacou em nenhum lugar, mas em que equipe jogou? Rapazes, o que disse Burru é o mais sensato que escutei até agora. E se há alguma divisão, a divisão diz respeito ao capitão”, afirmou.

Depois, de uma forma mais exaltada, Maradona comparou o time de 1986 com o de 2016.

“Cada segundo que passa nós somos maiores. Porque fomos e jogamos com os dois ovos que temos no [estádio] Azteca. Nós não fomos jogar contra o Chile. Fomos e ganhamos da Alemanha. Entendem a diferença que há entre uma equipe e outra? Um abraço para todos… Seu capitão”, concluiu.

Em 2016, a seleção argentina comemora 30 anos do seu último título mundial, que foi conquistado com uma vitória por 3 a 2 sobre a Alemanha.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook