Últimas

Em oito rodadas, Cuca fez alterações que viraram gols em cinco jogos

Nesta quinta-feira (16), o empate por 2 a 2 com o Coritiba foi muito lamentado pelos palmeirenses, que venciam até os 49 minutos do segundo tempo. No entanto, nem tudo deve ser lamentado na performance do time no estádio Couto Pereira, no Paraná.

Pela quinta vez em oito rodadas do Brasileiro uma alteração feita pelo técnico Cuca teve efeito direto no resultado da partida: o argentino Cristaldo entrou no segundo tempo e marcou o gol que deu a vitória à equipe até os últimos minutos de jogo. O atacante não entrava em campo desde 9 de março e já treinava separadamente do restante do elenco, já que estava com negociações avançadas para sair do clube. Com a confirmação do resultado positivo da contraprova do doping de Alecsandro, ele ganhou sua chance e não decepcionou.

O olhar certeiro do treinador também funcionou contra a Ponte Preta (apesar da derrota por 2 a 1, Moisés entrou durante o jogo e fez gol), Fluminense (gol de Alecsandro na vitória por 2 a 0), Grêmio (tento de Róger Gudes no triunfo por 4 a 3) e Corinthians (Cleiton Xavier fez o gol da vitória por 1 a 0). Desses jogos em que Cuca fez substituições decisivas, o Palmeiras venceu três, empatou um e perdeu outro.

Contra o Coritiba, o treinador elegeu os sinalizadores acesos pela torcida como os principais vilões. Segundo ele, a parada do árbitro até o apagamento dos artefatos deu ao adversário a chance de se reorganizar.

“O jogo estava na mão do Palmeiras e essa parada foi crucial para que o Coritiba empatasse o jogo. Tem um sabor enorme de derrota pelo que jogamos e porque este sinalizador atrapalhou de forma direta no resultado”, declarou Cuca após o empate.

O Palmeiras volta a campo no sábado (18), contra o Santa Cruz, no Allianz Parque.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook