Últimas

Escola de Música do Montepio dos Artistas de Penedo ganha sede totalmente restaurada

Penedo cresce, avança contra as dificuldades econômicas que acomete várias cidades e estados da Federação. Oito meses depois de sua ordem assinada, a Cidade dos Sobrados tem mais um prédio histórico inaugurado. O casarão do Montepio dos Artistas, local que abriga a única escola de música ainda em atividade na cidade, foi totalmente restaurado. Assim, as cerca de 50 crianças que participam do projeto social ganham mais conforto e espaço para conhecer a música através dos instrumentos musicais. 

Na presença de diversas autoridades, o prédio histórico foi entregue ao povo penedense. Desta forma, dos nove projetos aprovados no Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC das Cidades Históricas), três já foram totalmente restaurados, três estão em execução e três em processo de licitação. 

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) importante órgão de defesa do rico patrimônio brasileiro, completa em janeiro de 2017, exatos 80 anos de criação, data lembrada pela presidente Nacional do órgão. Pela primeira vez em Penedo, Kátia Bogéa, funcionária com 30 anos na instituição, destacou o acervo histórico da cidade. Além de parabenizar os trabalhos dos gestores ao aprovar nove projetos no PAC das Cidades Históricas. 

“Para mim é uma grande satisfação estar em Penedo nesta noite, resultado de uma gestão compartilhada, entre Prefeituras e Estado. Por meio desta gestão, estamos chegando aos nossos objetivos, preservar o rico patrimônio brasileiro. Parabenizo o prefeito Marcius e o vice Ronaldo pela visão estratégica de lutar para apresentar os projetos, aprovar nove e executá-los”, reconheceu. Ao final de sua fala, a presidente Nacional do IPHAN, Kátia Bogéa, ainda fez um pedido aos penedenses: “Penedo é uma cidade muito linda, defendam, preservem seu patrimônio. Desenvolvam o sentimento de pertencimento, proteção. O que estamos fazendo hoje é apenas uma parte. Vocês devem fazer o restante pela cidade”. 

O Casarão do Pontepio dos Artistas abriga em sua sede na Praça Marechal Deodoro da Fonseca uma importante escola de música, voltada ao ensino gratuito para jovens e crianças em risco de vulnerabilidade social. Cerca de 50 aprendem a tocar instrumentos musicais. O presidente da entidade secular, André Duarte, fez questão de agradecer os envolvidos no restauro, além destacar mais uma vez o trabalho social. 

“Quero agradecer aqui todos os que se empenharam por este importante projeto. Tudo que vocês fizeram foi por nossas crianças. Vamos continuar trabalhando pela escola de música, para que os jovens e crianças de Penedo assim queiram, possam ter um futuro através das notas musicais. Neste importante momento para todos que fazem parte do Monte Pio, não poderia deixar de lembrar o amigo Chico Acyoli (In memoriam), que muito lutou pela instituição. Mais uma vez, agradeço a parceria IPHAN e Prefeitura de Penedo”, ressaltou. 

Encerrando as falas, o prefeito Marcius Beltrão pontuou o trabalho em conjunto com o IPHAN, em especial, agradecendo o empenho do superintendente Mário Aluízio, penedense de nascimento. 

“Quando assumimos a Prefeitura em 2013, sequer tínhamos um projeto para o PAC das Cidades Históricas. Lembro bem que precisávamos elaborar em 60 dias para apresentar em Brasília. Começamos a planejar e pensar em obras que poderiam contribuir com o turismo de Penedo. E para que tudo isso acontecesse, tivemos o grande empenho do amigo e vice-prefeito, Ronaldo Lopes. Um lutador na elaboração dos projetos. Tudo isso, contamos também com o comprometimento do Mário Aluízio, um amante e guerreiro de nossa Penedo. Os resultados estamos conseguindo alcançar. Vamos tornar Penedo um dos grandes destinos turísticos do Brasil. Todos os projetos buscam tão somente contribuir em tonar a cidade um dos grandes atrativos do País. E sei que com ajuda de todos, vamos conseguir. É por Penedo e por nossa gente”, finalizou o chefe do Executivo. 

Participaram da solenidade compondo a mesa, além do prefeito Marcius Beltrão, a presidente Nacional do IPHAN, Kátia Bogéa, o diretor Nacional do PAC das Cidades Históricas, Robson Almeida, o superintendente do IPHAN Alagoas, Mário Aluízio, o vice-prefeito, Ronaldo Lopes, o presidente do Montepio dos Artistas, André Duarte e o presidente da Câmara de Vereadores, Júnior do Tó. 

PAC das Cidades Históricas 

Os projetos foram elaborados pela Prefeitura de Penedo. As obras são executadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e a fiscalização acontece em parceria com o Município. Ao todo, até o final das obras, serão investidos em Penedo pelo Governo Federal, só com o PAC das Cidades Históricas, mais de R$ 20 milhões. 

Nove projetos (PAC das Cidades Históricas) 

1 – Requalificação Urbanística do Largo de São Gonçalo (Em execução);

2 – Theatro Sete de Setembro (Em execução);

3 – Marina Pública (Em execução);

4 – Cine Penedo (Em licitação);

5 – Monte Pio dos Artistas (Inaugurado em Junho de 2016);

6 – Círculo Operário (Inaugurado em setembro de 2015);

7 – Biblioteca Pública de Penedo (Inaugurado em setembro de 2015);

8 – Chalet dos Loureiros (Em licitação);

9 – Cais da Marina de Penedo (Em licitação); 

– Total: mais de R$ 20 milhões.

 

— 

 

Att., Roberto Miranda

Secretário de Comunicação da Prefeitura de Penedo 

Jornalista diplomado – (MTE/AL – 1331)

Pós-graduado em Assessoria de Comunicação e Marketing

Dirigente sindical do Sindjornal – AL

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook