Últimas

Gabriel Jesus triplica média de gols em relação a 2015 e bate meta pessoal

Gabriel Jesus está infernal. Nesta terça-feira (21), o atacante de 19 anos anotou dois gols no primeiro tempo e encaminhou a vitória por 2 a 0 do Palmeiras sobre o América-MG, resultado que manteve o time paulista na liderança do Campeonato Brasileiro e jogou o adversário à última colocação.

A evolução do garoto em campo é nítida. Em 2016, ele tem média de gols quase três vezes superior à que teve na temporada passada: são 15 gols em 27 jogos (0,56 tento por partida), contra sete em 37 partidas (média de 0,19). Ele é o artilheiro da equipe no Brasileiro, com seis gols (atrás apenas de Grafite e Bruno Rangel, ambos com sete). No começo do mês, ele revelou que sua meta para a temporada era anotar justamente 15 gols.

“Eu estava errando muitos gols, não estava me reconhecendo. Sou atacante, um dos meus pontos fortes é a finalização. Estava pecando muito na finalização, demorando muito”, disse o atacante ao sair do gramado no intervalo.

Nesta terça, o Palmeiras envolvia a frágil defesa do América-MG quando Róger Guedes cruzou, Cleiton Xavier desviou e Gabriel, na pequena área, abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo.

Gabriel tem jogado mais centralizado e mais próximo da meta adversária sob o comando de Cuca, o que tem feito com que seu talento como artilheiro ganhe mais evidência. Devido à força física cada vez maior e grande impulsão, os zagueiros adversários têm cada vez mais dificuldade em tomar a bola dele. O apoio dos velozes Róger Guedes e Dudu também tem contribuído para o crescimento de seu rendimento.

Oito minutos depois do primeiro gol, Guedes passou para Dudu, que cruzou e Gabriel desviou de carrinho para ampliar a vantagem.

Gabriel precisou de apenas 26 minutos para mostrar o que é capaz para Raúl Sanllehí, diretor de futebol do Barcelona, que acompanhava de um camarote no Allianz Parque a sua performance. O clube catalão tem intensificado seu interesse na contratação do jogador e, segundo o jornal local “Sport”, já fez oferta de € 19 milhões (R$ 73,3 milhões), que foi recusada pelo Palmeiras.

“Viemos ao estádio para assistir à partida, não para analisar o Gabriel Jesus ou o Róger Guedes. Não temos comentários individuais para fazer”, disse à Folha André Cury, representante brasileiro do Barcelona que acompanhava Sanllehí.

O atacante ainda fez um terceiro gol, anulado pelo árbitro por conta de um impedimento. Diante da performance do garoto contra o América-MG, o clube paulista pode esperar uma proposta mais alta com selo europeu.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook