Últimas

Gilmar Rinaldi vê trabalho 'bem feito' e não aposta em saída de Dunga

Coordenador técnico das seleções da CBF, Gilmar Rinaldi não vê motivos para mudança no comando técnico da seleção brasileira.

Para ele, Dunga continua como técnico do Brasil, mas deixou claro: quem vai decidir é o presidente Marco Polo Del Nero, que sofre pressão de aliados para demitir Dunga –a seleção brasileira foi eliminada da Copa América Centenário na primeira fase ao perder por 1 a 0 para o Peru, no domingo (12).

Nesta terça (14), haverá uma reunião entre Del Nero, Gilmar e Dunga. Segundo o coordenador, o encontro será realizado para tratar sobre a pré-lista de inscritos para a Olimpíada do Rio, que precisa ser entregue até a quarta (15).

“Eu que liguei para o presidente pedindo a reunião. Minha única preocupação no momento é a lista de 35 [pré-inscritos], não tenho preocupação com mudança de comando. O trabalho está sendo bem feito, com honestidade, com transparência. Estamos tendo problemas para conseguir a liberação de alguns atletas para a Olimpíada, essa é a preocupação”, disse Rinaldi.

Julio Cesar Guimaraes – 2.jul.2015/UOL
Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF
Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF

Responsável por coordenar todas as seleções, Rinaldi, na verdade, faz praticamente parte da comissão técnica de Dunga. Por isso a possibilidade de, em caso de saída do treinador, ele também deixar o cargo.

“O se não existe para mim. Trabalho com fatos apenas, não gosto de fofocas”, disse Rinaldi.

Ele avalia como bom o trabalho porque a seleção teve vitórias sobre seleções grandes, como Argentina e França –mas em amistosos. Em competições, o aproveitamento não é tão bom assim.

Na Copa América de 2015, a seleção foi eliminada nas quartas de final. Neste ano, caiu na primeira fase. Já nas eliminatórias para a Copa da Rússia de 2018, o time está em sexto, após seis rodadas, o que o deixaria fora do Mundial.

“Não estamos felizes com a eliminação, ninguém dormiu nessa noite. Vamos apresentar o relatório ao presidente, e temos coisas boas, jogadores que chegaram bem, outros que se firmaram. E se alguém tiver uma sugestão boa, pode apresentar para melhorarmos”, disse Rinaldi.

OLIMPÍADA

O dirigente afirmou que na quarta terá que enviar uma pré-lista definitiva da Olimpíada, inclusive dos membros da comissão técnica para credenciamento.

Segundo ele, não poderia trocar o treinador, por exemplo, por isso cresce a possibilidade de, mesmo se Dunga acabar inscrito, que Rogério Micale, quem efetivamente treina o time sub-23 neste momento, acabe no banco de reservas na Rio-2016.

Rinaldi não quis falar quais clubes têm dificultado a liberação dos atletas, inclusive dos três acima de 23 anos que o regulamento permite.

Neymar, do Barcelona, não jogou a Copa América justamente para ser liberado para a Rio-2016, competição considerada prioridade na CBF por ser em casa e por ser um título inédito.

“Estamos trabalhando nessa lista, essa é nossa prioridade nesse momento”, disse.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook