Últimas

Graciella Carvalho perde 9% de gordura: 'Antes, parecia um toicinho'

Graciella Carvalho antes e depois de seguir a dieta cetogênica por cinco meses (Foto: Arquivo pessoal)Graciella Carvalho antes e depois de seguir a dieta cetogênica por cinco meses: de 21 para 12% de gordura e de 68 para 58kg

Graciella Carvalho começou o ano de 2016 com uma ideia fixa: emagrecer. E desde o dia 6 de janeiro ela passou a seguir a dieta cetogênica, na qual entram apenas proteínas, vegetais e gorduras boas como oleaginosas e acabate. Com isso, passou de 68 para 58kg. O percentual de gordura, que antes era de 21%, agora são 12%. “Minha calça manequim 40 mal entrava, agora visto 36. Há gente que critica, mas quem tem que gostar sou eu, e estou me amando, me achando mais bonita e chique. Antes, parecia um toicinho, uma ‘gordelícia’. Como sequei, meus músculos agora apareceram mais. Não estou mais forte, mas sim mais definida. Aquela capa de gordura foi embora. Estou gostando muito do meu shape hoje”.

Graciella Carvalho (Foto: Sandy Bahia/EGO)A dieta de Graciella Carvalho
(Foto: Sandy Bahia/EGO)

O mandamento número um da dieta cetogência é: não comer carboidratos jamais! “Não ingiro nenhum mesmo. A única fruta que como é meio mamão papaya de manhã, por causa da fibra. E o abacate por causa da gordura. Como só bicho e planta, mas só aquelas que nascem do solo para cima, não pode ter raiz. Meu cardápio é basicamente de carne vermelha, frango, peixe, ovo, brócolis, aspargos, abobrinha e salada. Cortei completamente os produtos industrializados e parei até de tomar Whey Protein”, conta ela, que garante não enjoar da dieta (veja cardápio ao lado).

“Se fosse todo dia igual enjoaria, mas tenho criatividade para preparar os alimentos de forma diferente. Um dia é ovo cozido, no outro omelete, depois mexido. O frango pode ser assado ou desfiado, enquanto o peixe pode ser cozido ou cru, por exemplo. No começo da dieta você fica fraca e irritada, mas depois passa. Me acostumei tanto com esta dieta que não furei um dia. Se não como isso, me sinto mal. Não preciso de carboidrato”.

‘Me arrependo de ter usado anabolizantes’
Graciella diz que hoje sente mais energia do que antes. “Uso a gordura como fonte de energia. Tenho mais disposição do que quando comia carboidratos. Meu organismo se adaptou completamente”, diz a modelo, que tem acompanhamento de um endocrinologista e de um nutricionista.

“Eles me indicam a quantidade certa de gordura que posso ingerir por dia”, explica. Ela cozinha a própria comida com a ajuda da mãe, com quem mora em São Paulo. “Para onde vou, levo minhas marmitas. Sou muito disciplinada. Até saio para comer aos fins de semana, não em qualquer lugar, claro. Tem que ser um restaurante com opções saudáveis”. Além da estética, a modelo diz que o atual regime trouxe mais saúde:

“Tinha muita sinusite e agora não sinto nada. Nem dor de cabeça. Meus exames estão perfeitos, antes tinha colesterol alto. Tratei tudo com alimentação, fiquei mais natureba. Meu cabelo e minha pele melhoraram muito, não tive mais espinhas. Me arrependo de não ter começado isso antes, se pudesse voltar atrás faria tudo diferente. Jamais teria usado anabolizantes e feito determinados tratamentos estéticos (ela chegou a aplicar hidrogel no bumbum). Gastei um dinheiro à beça para nada”.

Para quem acha que Graciella é rígida demais, ela avisa: “É um estilo de vida, e cada um tem o seu. Sou feliz assim. Se a pessoa é feliz comendo pizza, ok. Cada um é cada um. Estou preocupada com a minha saúde, com o meu futuro. Quero envelhecer com saúde. Sempre fui de dormir e acordar cedo. Levanto às 5h30 para ir para a faculdade (ela estuda Nutrição) e às 22h30 já estou dormindo”, comenta a modelo, que faz musculação à tarde, todos os dias, durante uma hora, com o acompanhamento de um personal trainer.

Graciella Carvalho depois de perder dez quilos e passar de 21 para 12% de gordura corporal (Foto: Arquivo pessoal)Graciella Carvalho mostra o corpo conquistado com malhação diária e dieta cetogência (Foto: Arquivo pessoal)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook