Gramado de campeões: palco de Brasil x Peru é a casa do New England Patriots

Gillette Stadium é mais conhecido por sediar os jogos do time quatro vezes campeão da NFL, liderado pelo astro Tom Brady, e motivo de orgulho para os bostonianos



GOAL Por Matheus Harb, de Foxborough, MA (EUA)


Neste domingo, os brasileiros terão a chance de ver a Seleção Brasileira jogando na casa de um verdadeiro fenômeno entre os fanáticos por esporte do país. E não, não é o futebol, mas seu ‘primo’ americano da National Football League (NFL): o Gillette Stadium é mais conhecido por ser o templo para onde os torcedores se deslocam todo os finais de semana durante a temporada para seguir o New England Patriots, um dos times mais vitoriosos da era moderna do esporte norte-americano.

É possível dizer, aliás, que a franquia inaugurou uma nova era com a mudança de casa: no ano do adeus ao antigo Foxboro Stadium, os Patriots venceram o primeiro Super Bowl de sua história, liderados por um quarterback de apenas 24 anos, três de liga, e uma das últimas escolhas no recrutamento de sua safra: sim, Tom Brady iniciaria, a partir dali, uma das passagens mais emblemáticas da geração atual da NFL, conquistando ainda outros três títulos, e eleito três vezes o MVP da grande decisão.


Tom Brady, ídolo de Boston e campeão nos campos da NFL… (Foto: Rob Carr/Getty Images)

… e também fora deles: quarterback é casado com a top brasileira Gisele Bünchen desde 2009 (Foto: Andrew H. Walker/Getty Images)

Além do óbvio impacto do craque, casado com a top model brasileira Gisele Bündchen, o clube também ganhou com uma nova, e maior casa: foram mais de 80 vitórias registradas pelos Patriots no Gillette e menos de 30 derrotas, além dos três títulos nacionais já mencionados. Ainda assim, os bons ventos que sopram sobre Foxborough, separada a cerca de 50 km do centro de Boston, não chegaram ao irmão dos Patriots no ‘soccer’: dividindo a casa, o New England Revolution chegou a vencer a conferência leste da MLS por duas vezes, mas ainda não conseguiu se estabelecer como um motivo de orgulho para os habitantes de Massachussets.

Até por isso, é o futebol americano – e o beisebol com o Boston Red Sox – que mais estão na cabeça e nas roupas dos 4,7 milhões de bostonianos. Quem sabe nessa Copa América, com a passagem de Brasil, do atual campeão Chile e de um possível campeão na fase final não comecem a mudar os hábitos por aqui?


GOAL VEJA TAMBÉM: GOAL
Dunga: mistérios antes da decisão | Estados Unidos do…Brasil!? | Mais COPA AMÉRICA



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook